Top mulheres africanas na industria aeroespacial

A Organização Aeroespacial Africana (AASO na sigla em Inglês) destaca 4 mulheres excecionais pela motivação, formação e experiências profissionais

No afã de promover a mulher africana, Mercados Africanos apresenta as mulheres que estão no top do aeroespacial, no que era uma área que sobretudo em África, ainda é vista, tradicionalmente, como reservada aos homens: a aeronáutica. 

Todos sabemos que a representação insuficiente das mulheres nos campos da indústria, política, ensino superior, bem como em lugares de poder e de tomada de decisão ainda é muito grande em África. 

Na indústria aeroespacial a situação não é diferente e é particularmente afetada pela falta de estudantes do sexo feminino em ciências, técnicas, engenheiras, pesquisadores e tomadoras de decisão relacionadas com tecnologias avançadas. 

A Organização Aeroespacial Africana (AASO na sigla em Inglês) destaca 4 mulheres excecionais pelas suas respetivas origens, motivação, formação e experiências profissionais.

Quem são essas mulheres excecionais ?

Abimbola Alale: possui um doutoramento em Estudos de Segurança e Estratégia da Nasarawa State University, na Nigéria e um mestrado em Estudos Espaciais (MSc) do Instituto Espacial Internacional (ISU) da Universidade Espacial Internacional (ISU), Estrasburgo-França. 

Alale tambem obteve um certificado em Liderança e Inovação Tecnológica no conceito Massachusetts Institute of Technology, Boston, EUA e um outro da World Financial Public Relations e Marketing Business School da Management School, em Londres. 

Desde 2015 é a atual CEO da Nigerian Communications Satellite Limited (NIGCOMSAT).

Anteriormente foi a sua Diretora Executiva de Marketing e membro do Conselho Consultivo do Conselho de Geração Espacial (SGAC), 2018–2019. 

Ela contribuiu para muitos projetos nacionais, como os projetos NigComSat-1, NigComSat-1R e o estabelecimento de um Centro Nacional de Transmissão Digital.

Nana Ama Browne Klutse: Professora sénior do Departamento de Física da Universidade de Gana, com um doutorado em climatologia com especialização em física. 

As suas pesquisas concentram-se em modelagem climática e observação da Terra. Ela liderou vários projetos no campo da ciência espacial e orientou jovens de ambos os sexos em atividades educacionais.

Mais especificamente estuda a dinâmica climática da África Ocidental com foco na ciência do clima e no desenvolvimento, especificamente na monção africana.

No passado, foi a Diretora do Centro de Sensoriamento Remoto e Clima. 

Ela também acumula as funções de pesquisadora em Ciências do Clima do Instituto Africano de Ciências Matemáticas e é uma das principais autoras que contribuíram para o Sexto Relatório de Avaliação do Painel Intergovernamental das Mudanças Climáticas (IPCC na sua sigla em Inglês). 

Trabalhou no Instituto de Ciência e Tecnologia Espacial de Gana e na Comissão de Energia Atómica do Gana como cientista pesquisadora sénior de 2016 a 2018. 

Antes disso, tinha sido professora convidada no Centro de Serviços de Ciência da África Ocidental sobre Clima e Uso Adaptado da Terra (WASCAL) em Akure, Nigéria. 

Souad Elmallem: Representante-chefe para a Estratégia e Desenvolvimento de Negócios Internacionais particularmente em África na Bombardier Aerospace durante quase 15 anos foi responsável por investimentos de quase 200 milhões de dólares pela Bombardier Aerospace no Marrocos. 

Atualmente é sócia executiva da 6temik, que assessora empresas internacionais a investirem na área aeroespacial em África.

Depois de estudar direito no Marrocos, Souad Elmallem mudou-se para o Canadá para obter seu diploma de bacharel em comércio pela HEC, Universidade de Montreal. 

Em 1998 formou-se em Administração de Empresas (BBA) mista em Gestão de Operações e Produção e Sistema de Informação.

A sua carreira começou na divisão Nortel Networks / FCI Connectors, onde geriu uma equipa de analistas de negócios na implantação do MFG-Pro e, posteriormente, na implantação de um sistema de qualidade na América do Norte.

Em 2001, ingressou na Bombardier Aerospace Canada para liderar a iniciativa de definir e implementar a fabricação e o Sistema de Informação da Bombardier (GBIF) para a equipa de Qualidade e a equipe de Operações.

Em 2011, foi nomeada representante-chefe de apoio às unidades de negócios da Bombardier, responsável por estabelecer e implementar estratégias de desenvolvimento regional para a Bombardier Aerospace e Bombardier Transportation, e criar uma forte rede de relacionamentos com governos, bem como atores estratégicos, em toda a África.

É membro fundador da Women In Aerospace – Africa desde 2013, uma associação que visa melhorar a visibilidade das mulheres no setor aeroespacial e aumentar as suas oportunidades nesse campo.

Em reconhecimento à sua contribuição para o desenvolvimento do setor da aviação no Marrocos, o Rei Mohammed VI condecorou-a com o Wissam Real de Grande Mérito Nacional. 

Edith Mala Diop: Possui um mestrado em gestão de transportes e diploma de piloto de linha aérea. Atualmente, é o primeiro oficial sénior de uma prestigiada companhia aérea do Golfo. 

Totalizou mais de 5.900 horas de voo em jatos de dois motores nos aparelhos A320, A330 e no A340 de quatro motores para várias companhias aéreas africanas e internacionais.

Marfinense, nasceu em 1985, cresceu e viveu em Abidjan, onde estudou no famoso Liceu Blaise Pascal.

Após obter uma licenciatura em ciências, ingressou na escola de aviação, o instituto aeronáutico de Amaury, em França. 

Depois de obter o brevet de piloto disso, voltou ao seu país, a Costa do Marfim e foi recrutada pela Air Ivoire como oficial de piloto de linha aérea. 

Após a crise, ela foi contratada pela Senegal Airlines. Á procura de novos horizontes, faz as malas e vai para o Golfo onde é recrutada pela Catar.

Édith Mala Diop é o orgulho da África em geral e devido às suas origens, da Costa do Marfim e do Senegal, em particular. 

Ela foi o piloto feminino mais jovem da companhia aérea da Costa do Marfim e do Senegal e a primeira mulher a pilotar em ambas as companhias.

Edith recebeu o Prémio de Liderança e Empreendedorismo Feminino em Transportes em julho de 2018 e o de Excelência Nacional da Costa do Marfim na área de Transporte Aéreo em agosto de 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome