O Togo tornou-se o primeiro país da África Ocidental e o terceiro do continente a implantar a última geração de tecnologia de conectividade móvel, divulgou a imprensa togolesa.

O grupo Togocom ativou a sua rede comercial 5G para oferecer aos seus clientes serviços de altíssima velocidade, anunciou a operadora

Esta implantação, que ocorre apenas um ano após a aquisição da Togocom pelo conglomerado de Madagáscar Axian, visa permitir que o Togo acelere o seu desenvolvimento e transformação digital, em apoio ao crescimento económico.

“Estamos orgulhosos de ter cumprido o desafio de lançar o 5G em apenas um ano de acordo com nosso planeamento. Todas as equipas da Togocom, a quem saúdo e felicito, aliaram-se a este grande projeto que é um novo passo em frente para o Togo”, afirmou o CEO do grupo Paulin Alazard.

Para a Ministra da Economia Digital e da Transformação Digital, Cina Lawson, “o 5G vai facilitar utilizações inovadoras ao permitir o surgimento de novos serviços que vão ao encontro das necessidades de vários sectores da economia. ”

“O objetivo do governo é que a cobertura móvel beneficie todos os togoleses. Portanto, é importante garantir que a implantação desta tecnologia não se limite apenas às grandes cidades, mas que contribua para uma melhoria na qualidade da cobertura de forma que todas as localidades do Togo possam se beneficiar dos serviços 5G ”, acrescentou Cina Lawson .

Os serviços 3G e 4G, em funcionamento há vários anos, cobrem 96% e 65% da população respetivamente, com 4,5 milhões de assinantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.