Afreximbank: 500 milhões de dólares no apoio aos bancos comerciais etíopes

O Banco Africano de Importação e Exportação (Afreximbank) fornecerá 500 milhões de dólares aos bancos comerciais etíopes no âmbito do seu Programa de Facilitação do Comércio Africano (AfTRAF na sua sigla em Inglês).

Por meio dessa iniciativa, a instituição sediada no Cairo (Egito) procura implementar uma estratégia mais ampla voltada para o aprofundamento das suas relações com os bancos comerciais desse país da África Oriental.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 15 de setembro, num comunicado à imprensa à margem de um fórum patrocinado pelo banco e que reúne as principais partes interessadas e tomadores de decisão no setor bancário etíope.

Uma iniciativa que, segundo o Afreximbank, está em linha com o programa AfTRAF para bancos comerciais na Etiópia, que visa desbloquear capital para apoiar o financiamento do comércio em África.

“Os bancos comerciais desempenham um papel importante na facilitação e promoção do comércio – um ingrediente essencial do crescimento económico. O fórum de hoje serve para demonstrar o compromisso do Banco em apoiar os esforços da Etiópia para aumentar a sua capacidade comercial e construir o conhecimento, infraestrutura e recursos para isso ”, disse René Awambeng Chefe Global de Relações com Clientes, Afreximbank.

O AfTRAF foi concebido para permitir e expandir as atividades comerciais e de investimento através, entre outras medidas: do fornecimento de facilidades de compromisso de reembolso entre bancos; a emissão de notas promissórias e cartas de câmbio; a emissão de títulos, garantias e indenizações (BGI); e a emissão de facilidades de garantia de confirmação de negociação.

Deve-se notar que a Etiópia se comprometeu recentemente a abrir a sua economia à participação do setor privado, sendo o Banco Nacional da Etiópia responsável pela reforma do setor bancário como o principal ator.

Espera-se que essas mudanças fortaleçam a capacidade das instituições etíopes, incluindo bancos comerciais, de acelerar o desenvolvimento da economia etíope por meio do comércio e do investimento. As reformas também devem aumentar o comércio da Etiópia com a África e o resto do mundo.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.