África Central: preços das matérias primas subiram.

De acordo com o Banco dos Estados da África Central (BEAC), os preços dos produtos energéticos (petróleo e gás natural em particular) exportados pelos países da Comunidade Económica e Monetária da África Central (CEMAC) – e constituída pelos Camarões, Congo, Gabão, Chade, CAR e Guiné Equatorial – aumentaram 12,2% durante o segundo trimestre de 2021.

Mas, sublinha o banco central, esta aceleração dos preços abrandou face ao trimestre anterior (+ 35,5%). Concretamente, durante o período em análise, constatou-se, que o preço do barril de petróleo bruto subiu 13,1%, contra 9,3% do gás natural.

“Essa melhora nos preços é explicada pela forte recuperação da economia chinesa (maior importadora mundial de petróleo) e pela decisão tomada no início de junho de 2021 pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e pela Rússia de manter a política de cotas rígidas decidida no ano passado ”, disse o BEAC num relatório lido por Mercados Africanos a 21 de setembro de 2021.

Este aumento de preços, embora inferior ao nível do primeiro trimestre de 2021, permitiu oxigenar os tesouros públicos e aumentar de alguma forma as reservas cambiais dos países da CEMAC.

Neste espaço comunitário, cinco em seis países são produtores de petróleo e as receitas públicas dependem fortemente do petróleo no Congo, Guiné Equatorial, Chade e Gabão.

Os preços das principais mercadorias exportadas pelos países da Comunidade Económica e Monetária da África Central (CEMAC) aumentaram no 2º trimestre em comparação com o 1º trimestre do ano, informa o Banco dos Estados da África Central (BEAC) no seu relatório económico de setembro.

O índice geral sem petróleo e gás natural cresceu 7,8%, após um pico de 19,0% no trimestre anterior devido aos maiores preços dos derivados de petróleo no mercado internacional.

Quanto aos produtos não energéticos, não houve oscilação de preços durante o período considerado, ou seja, 10,8% contra 14,6% para metais e minerais, 1,8% contra 2,2% para produtos agrícolas e 1,0% contra 3,8% para produtos florestais enquanto os produtos da pesca registaram um aumento de 1,2%, após 1,7%.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.