África exporta tecnologia financeira para a Ásia

A Sul-africana de tecnologia financeira (fintech na sua sigla em Inglês)  Ukheshe Technologies assinou uma parceria para expansão na região da Ásia-Pacífico, segundo comunicado datado de 29 de agosto 2021 a que teve acesso Mercados Africanos

Como Mercados Africanos tem vindo a noticiar e analisar, desde 2015, a fintech está a ser o setor de investimento mais atraente em África, de acordo com dados do magazine online da especialidade Disrupt Africa.

Se o setor atrai cada vez mais empresas jovens, algumas conseguem destacar-se a ponto de buscar novos mercados, fora do continente africano, para as suas soluções.

É o caso da fintech Ukheshe Technologies, sediada na África do Sul, fez parceria com a dzcard, uma empresa especializada em soluções de cartões de última geração e segurança digital.

Com este acordo, Ukheshe tem a oportunidade de se expandir para novos mercados como a Tanzânia, mas também vários países da Ásia-Pacífico, incluindo Tailândia e Índia.

Embora os termos da parceria não tenham sido divulgados, detalhes conhecidos indicam que Ukheshe ajudará a dzcard a melhorar as suas soluções personalizáveis ​​para vários ecossistemas e sites digitais.

A nova parceria também buscará alavancar a plataforma Eclipse API da empresa sul-africana e as suas soluções de pagamentos digitais líderes do mercado.

O objetivo será oferecer uma plataforma e serviço único em termos de acessibilidade, disponibilidade e facilidade de uso aos clientes, sejam eles fintech ou instituições financeiras, com reduzido “time-to-market”, boa rentabilidade e uma abordagem centrada no cliente.

Para Donovan Drew, executivo da Ukheshe Technologies, a plataforma de pagamentos digitais da empresa cresceu consideravelmente e evoluiu num contexto em que o mercado de serviços financeiros procura fornecedores de soluções inovadoras capazes de preencher as lacunas nessa área.

Segundo ele, a nova parceria é, portanto, um desenvolvimento “natural” para as duas entidades.

Note-se que uma expansão para novos mercados, incluindo a Ásia-Pacífico para a fintech sul-africana, é interessante porque testemunha da boa reputação que construiu no mercado de soluções digitais inovadoras.

Fundada em 2018, ganhou o segundo prêmio em julho passado (2021) na competição inaugural KPMG Private Enterprise Global Tech Innovator África, que visa reconhecer as empresas de tecnologia mais inovadoras e de crescimento mais rápido no continente.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.