A primeira emissão de títulos com objetivos de desenvolvimento sustentável do Banco de Desenvolvimento da África Ocidental (BOAD), com sede em Lomé, capital do Togo, teve um grande sucesso junto aos investidores internacionais e foi conseguida com a taxa mais baixa de juros, alguma vez obtida pelo BOAD no mercado internacional de capital.

Esta emissão de 750 milhões de euros com uma maturidade de 12 anos atraiu mais de 260 investidores internacionais (40% do Reino Unido, 40% da Europa, 17% dos Estados Unidos, 2% da Ásia e 1% do Oriente Médio), incluindo 75% gestores de ativos e 21% investidores institucionais (bancos, seguradoras e fundos de pensão).

A oferta foi ultrapassada em 6 vezes, com uma procura total de 4,4 mil milhões de euros.

A emissão faz parte de um “Quadro de Vínculo de Sustentabilidade”, que compromete o BOAD com o financiamento de projetos de alto impacto socioambiental.

Os recursos financeiros assim mobilizados fortalecem a capacidade de atuação do BOAD em setores prioritários como agricultura e segurança alimentar, energias renováveis, infraestrutura básica, saúde, educação e habitação social.

Esta operação, que está em linha com a visão do novo plano estratégico surge após a nomeação, em agosto de 2020, de Serge Ekue, que aliás visitou Bissau recentemente.

Ekue comentou o seguinte sobre esta transação: “Estamos animados com a tremenda receção que recebemos dos investidores. A altíssima qualidade da carteira de pedidos e o nível significativo de elevada procura atestam do apoio dos investidores à visão do Banco e á confiança nas perspetivas de crescimento e prosperidade da zona da UEMOA ”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.