Quatro projetos de baixa emissão e resilientes ao clima na África Subsaariana vão receber um pacote financeiro de cerca de 60 milhões de dólares americanos, após decisão tomada pelo Conselho de Administração do Fundo Verde para o Clima (GCF).

A parte do leão cerca de 30 milhões de dólares vai para a organização ambiental Acumen, o segundo de 10 milhões visa melhorar os sistemas de informação climática para o desenvolvimento resiliente na Libéria.

Os outros dois financiamentos são no valor de 9,9 milhões cada. Um será para financiar projetos de agricultura resiliente nas bacias de produção de Imbo e Moso no oeste e leste do Burundi, respetivamente, enquanto o outro será usado no Sudão para fortalecer a capacidade adaptativa das comunidades locais e desenvolver a chamada Grande Muralha Verde da África, a principal iniciativa da União Africana para combater os efeitos das mudanças climáticas e da desertificação em Africa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.