África vai exportar mais laranjas para a Europa.

Em África, o setor das laranjas tem sido um dos mais dinâmicos da última década. O continente tem vários países que contam a nível ​​globais tanto na produção quanto nas exportações.

A colheita deste citrino na época 2021/2022 parece positiva para os principais exportadores de laranjas para a União Europeia (UE).

A agência dos EUA da especialidade a USDA indica que UE deve registar uma produção de laranjas de 6,1 milhões de toneladas, 6% inferior ao ano anterior e um nível abaixo da média de dez anos.

Isso se deve à queda prevista de produção na Itália, Grécia e Portugal. Esse déficit anunciado, pode oferecer muitas oportunidades comerciais para o continente africano.

Os 4 principais destinos de importação de laranjas da UE são atualmente a África do Sul, o Egito, o Marrocos e o Zimbábue.

Embora globalmente esta situação deva reforçar ainda mais o lugar de África no abastecimento do mercado europeu, deve notar-se, no entanto, que estes países estão em patamares diferentes.

Apesar disso, para Marrocos, África do Sul e Zimbabué, a campanha 2021/2022 poderá ser sobretudo a de recuperar o fraco desempenho registado um ano antes.

A África do Sul viu as suas exportações de frutas contraírem-se acentuadamente em 43% de ano a ano, enquanto o Marrocos registou uma queda de 22%.

Quanto ao Zimbábue as exportações caíram para cerca de 26.000 toneladas, da 27.500 um ano antes.

Por seu lado, o Egito deve continuar a consolidar a sua presença a nível da UE durante o exercício financeiro de 2021/2022.

No país onde a referida temporada comercial foi lançada a 15 de dezembro 2021, as exportações de laranjas registaram um terceiro aumento consecutivo em 2020/2021 atingindo cerca de 310 mil toneladas.

Recordamos que UE é o segundo maior consumidor mundial de laranjas frescas e o principal importador da fruta, com compras de 860.000 toneladas de frutas cítricas em 2020/2021 por um valor de 660 milhões de dólares.

 

O que achas deste artigo? E das exportações africanas para a europa? Dá-nos a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

close
pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.