“Afrobasket”, Cabo Verde nas meias-finais

A Seleção cabo-verdiana, os (Tubarões Azuis), venceu a congénere do Uganda (Siverbacks) por 79-71 num jogo a contar para os quartos-de-final do Campeonato Africano das Nações de Basquetebol – o Afrobasket – que decorre em Kigali, capital do Ruanda.

Nos quartos-de-final, os cabo-verdianos entraram melhor no encontro e venceram o primeiro período por 24-20. Cabo Verde continuou na frente no marcador, aumentando a vantagem para 43-35 no fim do segundo período, no intervalo.

Os cabo-verdianos lideravam e convenciam. No fim do terceiro período, a vantagem chegou aos 10 pontos, 61-51 para Cabo Verde.

A única reação dos ugandeses foi durante o quarto e último período, reduzindo o marcador de dois pontos.

Walter Tavares marcou 23 pontos e conseguiu 15 rebotes. Joël Almeida (17 pontos, 7 rebotes e 5 assistências) e Xavier (16 pontos, 9 rebotes e 8 assistências) foram as grandes figuras de Cabo Verde.

Nas meias-finais Cabo Verde vai enfrentar o campeão em título, “As Aguias de Cartago” da Tunísia, neste sábado, 4 de setembro 2021, às 13h00 GMT.

De referir que os cabo-verdianos participam pela sétima vez na competição e o melhor resultado foi uma medalha de bronze, 3° lugar, em 2007.

As “Carthage Eagles”, da Tunísia, dominaram amplamente o Sudão do Sul (80-65) no outro quarto-de-final do Afrobasket de 2021, na Kigali Arena.

Para evitar ser surpreendida pelo impetuoso Sudão do Sul, a Tunísia tentou impor desde o início o seu estilo de jogo. Mas isso foi sem contar com a determinação do Sudão do Sul que dominaram o primeiro quarto por 15-14.

No segundo quarto, a Tunísia venceu por 26-25. No intervalo, as duas equipes estavam empatadas em 40-40. Mas as “Aguias de Cartago” empenharam-se e venceram o terceiro período por 23-11 e o encontro teve o resultado final de (80-65) a favor da Tunísia.

No outro quarto-de-final Angola perdeu frente ao Senegal

A Seleção angolana ̶ depois de passar pelo play-off de acesso – foi derrotada pelo Senegal – apurado diretamente – por 74-79

Os angolanos entraram melhor no encontro e até estiveram na frente no marcador visto que venciam por 22-17 após o primeiro período.

No entanto, o segundo período foi muito mais complicado e os senegaleses deram a “cambalhota” ao resultado e venciam por 33-44 no intervalo.

No terceiro período os angolanos reduziram o marcador para 55-61 e vão, até, conseguir empatar – no último minuto do encontro – 74-74, mas nos últimos segundos os senegaleses vão conseguir marcar os derradeiros pontos, vencendo por 74-79.

Angola perdeu e está fora da prova.

Recorde-se que os angolanos, em 21 participações, venceram por 11 vezes o título de Campeão africano – 1989, 1992, 1993, 1995, 1999, 2001, 2003, 2005, 2007, 2009, 2013.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.