Angola 2022: Unitel prepara-se para a 5G.

A Unitel – Serviços de Pagamentos Móveis (SU), S.A., empresa detida 100 por cento pela operadora de telefonia móvel Unitel, S.A., lançou, nesta quinta-feira, 30 de Dezembro de 2021, na província de Luanda, um ciclo de sessões de esclarecimento sobre o “Unitel Money”, segundo noticiou o Jornal de Angola.

A iniciativa visa dar a conhecer o serviço à população, facilitar os seus movimentos financeiros, além de ajudar a reduzir as numerosas filas que se registam nos ATM (Terminais de Atendimento Multicaixa) e bancos comerciais.

Infraestrutura 5G

Ainda segundo o mesmo quotidiano, a Unitel S.A. (Angola) e a Ericsson anunciaram, a 1 de Janeiro de 2022, em Luanda, a conclusão, com sucesso, da primeira chamada de dados 5G (cinco Gigas) em Angola, utilizando um espectro de banda média alocado de 3,5 GHz (Gigahertz).

A infraestrutura do espectro 5G utilizado é suportada por tecnologias de “Core” e Acesso de Rádio 5G Ericsson, para redes NSA (Non Stand Alone).

Estas soluções permitem um rápido lançamento no mercado do espectro 5G, aproveitando a infraestrutura de rede existente e concentrando-se na banda larga móvel, aprimorada para fornecer maior largura de banda de dados e conectividade confiável, nomeadamente a Internet.

Esta implementação deve mostrar o enorme potencial que o 5G tem, para colmatar o fosso digital em Angola. Ao fornecer cobertura de banda larga até à última milha por meio de casos de uso, como o acesso sem fio fixo (FWA), o 5G está definido para contribuir significativamente para uma economia digital mais inclusiva no país.

Amílcar Safeca, administrador da Unitel, disse, a propósito, que a empresa está empenhada em explorar todo o potencial da tecnologia 5G, para levar a patamares ainda mais altos a experiência dos clientes na utilização dos seus serviços.

“Esta conquista é um marco na direção dessa ambição e contamos com a colaboração contínua dos nossos parceiros tecnológicos, para tornar, em breve, a oferta comercial do 5G uma realidade no país”, realçou.

Já Hossam Kandeel, diretor-geral da Ericsson Angola, disse que o sucesso da chamada 5G demonstrou a capacidade da infraestrutura de rede da Unitel, para a eventual introdução de serviços 5G.

“Tendo apoiado a Unitel com tecnologia celular avançada e confiável por quase duas décadas, estamos comprometidos em trabalhar juntos, para desenvolver e aprimorar ainda mais a sua infraestrutura de rede e preparar o caminho para o lançamento comercial de 5G”, concluiu ele.

A demonstração do sucesso faz parte do “Acordo-quadro” de três anos, que a Unitel assinou com a Ericsson, para preparar a sua infraestrutura para os futuros serviços 5G em Angola.

O teste serve como um marco significativo para a introdução do 5G e destaca as possibilidades de aplicações da Indústria 4.0 em Angola.

que pensas sobre isto? A introdução do 5G em Angola não devia ter sido feita há mais tempo? O Dá-nos a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.