De acordo com o relatório da Agência de Investimento Privado e Promoções das Exportações (AIPEX) referente ao mês de Dezembro 2020, citado pela Angop, a AIPEX registou 341 propostas de investimento em 29 meses viradas para os sectores da construção civil (8), pescas (8), educação (3), saúde (4), hotelaria e turismo (4), prestação de serviços (68), agricultura (15), comércio (78) e indústria (151).

Desses sectores, a indústria é a área que prevê absorver o maior valor de investimento, com mais de mil milhões de dólares, construção civil com 686 milhões, agricultura (213 milhões), comércio (145milhões), pescas (132 milhões), prestação de serviços (116 milhões), saúde (131milhões) e educação (30 milhões).

Do total de propostas de investimento, destinadas a quase todas as províncias do país, 75 projetos já foram implementados, 238 em vias de implementação, 18 por implementar e 10 desistiram.

A implementação dos 75 projetos, avaliados em 983 milhões de dólares, já possibilitou a criação de cinco mil e 702 postos de trabalho efetivos.

Os projetos em implementação (238) estão avaliados em mais de dois mil milhões de dólares, enquanto os projetos por implementar (18) estarão orçados em USD 75 milhões. Os dez projetos que desistiram estavam orçados em 36 milhões de dólares.

As províncias de Luanda, com 270 propostas de investimento, Bengo (12), Benguela (12) e Malange (10), são as que mais suscitaram o interesse dos investidores no período em análise.

A AIPEX tem como objetivo promover as exportações, captação de investimento privado, registo de propostas de investimento, apoio institucional e acompanhamento da execução dos projetos de investimento e internacionalização das empresas angolanas.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.