Em dezembro de 2020 e segundo dados divulgados ontem (11/01) pelo Ministério da Indústria e Comércio, houve uma redução na importação de produtos da cesta básica e outros bens essenciais de cerca de 100 milhões de dólares face ao período homólogo, no qual o Governo desembolsou 250 milhões de dólares.

O ministro da Indústria e Comércio, Victor Fernandes, sublinhou que “os números refletem as muitas oportunidades que o mercado ainda oferece para investimentos, sobretudo na indústria transformadora” acrescentando que “existe ainda uma margem suficiente para se investir na produção local e que pode ser aproveitada pelos investidores”.

Nesta redução de importações destacam-se, entre outros, o açúcar, que passou de 2,1 milhões de toneladas, em 2019, para 1.472 toneladas, o arroz corrente, de 136.985 toneladas para 59.505 toneladas e o frango de 46.385 toneladas para 32.447 toneladas.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.