Angola: Novas fábricas de lapidação de diamantes

No quadro da valorização dos diamantes produzidos em Angola, começou a instalação do Pólo de Lapidação de Diamantes em Saurimo, que deve entrar em funcionamento ainda este ano, com quatro fábricas terão todas as condições de segurança e de infraestruturas.

Além de fábricas, o polo de desenvolvimento diamantífero em referência terá uma escola, para a formação de lapidadores nacionais na qual estão a ser formados 35 jovens, para assegurarem a atividade das futuras fábricas de lapidação. O Pólo de Lapidação de Saurimo terá também uma outra escola de formação técnica profissional que deverá preparar jovens angolanos em diversas áreas vitais e de fortalecimento do sector diamantífero da região.

Além da Lunda-Sul, consta na carteira de projetos estruturantes do subsector dos diamantes a instalação de fábricas de lapidação na cidade do Dundo, Lunda-Norte.

O ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino de Azevedo, informou que a lapidação de diamantes em Angola não se afigura uma tarefa fácil, mas, a aposta do Executivo visa alcançar, a médio e longo prazo, com as 26 fábricas.

“Queremos acrescentar valor ao nosso diamante, criar mais empregos e promover, no futuro, a indústria de joalharia”, sublinhou o ministro.

Quanto à produção industrial de diamantes, Diamantino de Azevedo disse que, com a transferência definitiva da sede da Endiama Minning – o braço operacional da companhia estatal, para a cidade do Dundo, abrem-se novas perspetivas, em termos de dinamização e acompanhamento dos investimentos.

Segundo o ministro, “não se trata de uma operação cosmética, mas de um compromisso já assumido pelas estruturas centrais de reforçar a sua presença melhorar a sua atuação e estar próximo dos operadores diamantíferos”.
close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.