Angola: Presidência dos Exportadores de Petróleo.

Angola assumiu neste sábado, 1° de janeiro 2022, a Presidência dos Países Africanos Produtores de Petróleo (APPO na sua sigla em Inglês).

A República de Angola foi eleita para presidir, em 2022, a presidência da Organização dos Produtores Africanos de Petróleo durante a 41ª sessão de Conselhos de Ministros do continente, realizada recentemente por videoconferência na Argélia.

A presidência de Angola será exercida pelo ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, sucedendo a Mohamed Arkav, ministro das Minas e Energia da Argélia, de acordo com um comunicado da organização.

Para a vice-presidência, o Conselho de Ministros elegeu o ministro das Águas e Minas da República do Benim, Samou Seidou.

Recorde-se que a Organização dos Produtores de Petróleo Africano (APPO) (anteriormente chamada de Associação dos Produtores de Petróleo Africano, APPA) foi criada em 27 de janeiro de 1987 em Lagos, República Federal da Nigéria, para servir como uma plataforma de cooperação e harmonização de esforços, colaboração, partilha de conhecimento e experiência entre os países africanos produtores de petróleo.

Segundo a nota, no topo da agenda das discussões ministeriais esteve o futuro da indústria de petróleo e gás em África, à luz da busca global pela transição energética.

Durante a sessão, os ministros referiram que a transição acontece num momento, em que as economias africanas se preparam para se relançar na industrialização, o que requer muita energia.

Os ministros identificaram os desafios iminentes que a indústria de petróleo e gás enfrentará em África, como recursos financeiros para pesquisas e desenvolvimento tecnológico, apelando aos países tecnologicamente avançados e financeiramente capazes para que disponibilizem os seus produtos.

O Conselho reafirmou o seu compromisso relativamente à proteção do meio ambiente, enfatizando a necessidade de perseguir tecnologias que permitiriam o uso de fósseis com pegadas mínimas de carbono.

A ideia da criação do APPA surgiu na década de 1980 por meio de reuniões informais entre os países africanos membros da OPEP (Argélia, Gabão, Líbia e Nigéria), como resposta ao aumento em espiral dos preços internacionais do petróleo a partir da década de 1970, uma situação que afetou seriamente a balanço de pagamentos de muitos países em desenvolvimento.
A APPO, criada em Janeiro de 1987, em Lagos, Nigéria, tem atualmente 15 membros, nomeadamente: África do Sul, Angola, Argélia, Benim, Camarões, República do Congo, Costa do Marfim, Egipto, Gabão, Guiné Equatorial, Líbia, Níger, Nigéria, República Democrática do Congo e Chade.

Os membros fundadores são oito (08) países: Argélia, Angola, Benim, Camarões, Congo, Gabão, Líbia, Nigéria, chamados de membros fundadores

A Sede da Organização encontra-se em Brazzaville, República do Congo.

 

Conhecias esta organização? Em que é que ela é diferente da OPEP? Dá-nos a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

Imagem © Getty Images
pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.