Apoiar mulheres comerciantes.

Cerca de 1.500 mulheres envolvidas no comércio informal através da fronteira entre a Libéria a Serra Leoa receberão em breve formação e orientação para formalizar os seus negócios, aumentar e estabilizar os seus rendimentos, e criar ambientes comerciais mais seguros.

O projeto beneficiará empresárias em dois pontos fronteiriços, nomeadamente Koindu-Foya e Jendema-Bo, onde receberão acesso ao financiamento e às oportunidades de mercado existentes.

Este investimento tornará a informação sobre regras e regulamentos comerciais acessível através de um guia de fácil utilização sobre regras e regulamentos comerciais.

Pensa-se que estimulará também as ligações comerciais, por exemplo, entre transportadores e mulheres agregadoras.

As mulheres comerciantes receberão também capacitação empresarial que será emparelhada com o desenvolvimento de capacitação, incluindo a tomada de decisões e a negociação.

Espera-se que pelo menos 1.200 mulheres tenham novas ou melhores oportunidades de ganhar mais dinheiro ou de trabalhar em empregos de maior qualidade. O projeto irá também reforçar a capacidade institucional do Secretariado da União do Rio Mano.

As mulheres constituem 65% dos comerciantes transfronteiriços que vivem ao longo da fronteira entre a Libéria e a Serra Leoa.

Este setor crítico, mas largamente informal, encoraja o empreendedorismo e o comércio regional, contribui para a segurança alimentar, e aumenta o rendimento e as oportunidades de emprego para famílias e mulheres financeiramente carenciadas.

Contudo, os comerciantes transfronteiriços sofrem frequentemente de fluxos de rendimento pouco fiáveis, falta de redes de segurança social e outras barreiras, tais como burocracia, riscos de segurança, e violência baseada no género.

Os fundos disponibilizados, 4,2 milhões de dólares, pelo BAD transitarão pelo Secretariado da União do Rio Mano para impulsionar o compromisso da União de apoiar e capacitar as mulheres comerciantes através do projeto do Banco de Construção de Ecossistemas Empresariais Inclusivos para a Estabilização e Transformação da União do Rio Mano.

A União do Rio Mano tem o nome do Rio Mano, que começa nas terras altas da Guiné e forma uma fronteira entre a Libéria e a Serra Leoa.

 

O que achas deste apoio a mulheres comerciantes? Deveria haver mais apoios deste tipo? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

Imagem: © AFDB
close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.