O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e o Banco Europeu de Investimento (BEI) assinaram ontem (20/01) um plano de ação de parceria conjunta, segundo comunicado do BAD a que teve acesso Mercados Africanos.

Este Plano vai permitir que ambas as instituições possam desenvolver uma carteira conjunta de projetos bancáveis ​​em torno de temas complementares e importantes para ambas e segundo as vantagem comparativas de cada uma delas.

Os temas prioritários são: ação climática e sustentabilidade ambiental; investimento em infraestrutura de qualidade em grande escala transformador; Infraestrutura e serviços de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC); inclusão financeira com enfoque de género voltadas para o empoderamento de meninas e mulheres; Educação e formação ; e o setor de saúde, segundo o Plano de Ação lido por Mercados Africanos

O acordo foi assinado pela Vice-Presidente Sénior Interina do Banco Africano de Desenvolvimento, Bajabulile Swazi Tshabalala, e Thomas Östros, Vice-Presidente do Banco Europeu de Investimento, durante uma cerimónia virtual precedida por uma curta reunião entre os dois representantes de ambas as instituições.

“É crucial que mais bancos e instituições financeiras de desenvolvimento multinacionais se comprometam com uma colaboração mais estreita e mais forte, através de instrumentos como este Plano de Ação Conjunto entre o BAD e o BEI, a fim de apoiar de forma mais eficiente e eficaz os nossos países membros da região durante estes tempos difíceis ”, disse Tshabalala, acrescentando que “o crescimento económico sustentável e a segurança em regiões que enfrentam desafios específicos, como o Sahel e o Corno da África, são a nossa principal prioridade.”

“O Plano de Ação assinado hoje com o Banco Africano de Desenvolvimento demonstra o firme compromisso do Banco Europeu de Investimento, em fornecer investimentos que façam uma diferença real em África. O reforço do nosso trabalho com o Banco Africano de Desenvolvimento, o banco multilateral de desenvolvimento de África, é uma prioridade estratégica para o BEI e a Europa. Juntos, o BEI e o BAD aumentarão a cooperação e o envolvimento com os parceiros africanos para garantir que África emerja dos desafios de saúde, sociais e económicos do COVID-19 para um século 21 ainda mais brilhante ”, disse Thomas Östros, vice-presidente do Banco Europeu de Investimento.

Nos últimos 5 anos, a carteira conjunta das duas instituições já conta com  3,4 mil milhões de euros, e alavancou um investimento total de 10,2 mil milhões para 26 projetos em todo o continente.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.