BDEAC investe 625 milhões nos Camarões.

Dos 336 mil milhões de FCFA (aproximadamente 625 milhões de dólares) do volume de operações concedidas no âmbito da implementação de projetos em diversos setores de atividade, o setor de energia representa 57% da carteira.

As intervenções do Banco de Desenvolvimento dos Estados da África Central (BDEAC) através de financiamento público e privado têm tido um impacto na economia camaronesa, a maior parte deste financiamento relacionado com projetos transversais.

Estão entre outros, o desenvolvimento da barragem hidroelétrica de Lom Pangar, onde o BDEAC abriu uma linha de crédito de 20 mil milhões de FCFA para a construção desta infraestrutura energética que permite servir milhares de famílias na região com possibilidade de interconexão com a República Centro-Africana.

O financiamento do setor energético é uma das prioridades deste banco regional na emissão de obrigações lançada em dezembro de 2020 que permitiu aos países da CEMAC mobilizar 107 mil milhões de FCFA.

Entre os investimentos feitos nos Camarões, o setor de transportes também ocupa um lugar importante para o banco, com mais de 15% dos mesmos.

Podemos citar a participação na construção da estrada Batchenga-N’tui-Yoko-Lena-Tibati-Ngaoundéré ao longo de 248 km, bem como o desenvolvimento da estrada Ketta-Djoum-Fronteira do Congo ao longo de uma distância de 504 km.

As outras áreas de intervenção do BDEAC são agricultura e agronegócio, saúde, infraestrutura, educação e imobiliário e turismo.

Nesse sentido, o banco concordou em financiar a construção do hotel Radisson Blu em Douala.

O BDEAC foi criado por um acordo assinado em 3 de dezembro de 1975 em Bangui pelos chefes de estado dos Camarões, República Centro-Africana, Congo e Gabão e é uma instituição financeira internacional responsável pelo financiamento do desenvolvimento dos países membros da Comunidade Económica e Monetária da África Central (CEMAC).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.