Biniam Girmay, o novo nome do ciclismo mundial.

Gosta de ciclismo? Segue a modalidade? Então, não se esqueça deste nome: Biniam Girmay, um jovem eritreu também conhecido no seu país, como “dinamite”.

Considerado pelos especialistas e técnicos como uma das maiores esperanças do ciclismo mundial, Biniam Girmay não é, por enquanto, conhecido fora dos círculos ciclistas, mas isso não vai durar muito.

Mas nas últimas semanas, os média da especialidade voltaram-se para Biniam Girmay, de 21 anos e o primeiro africano a vencer uma das clássicas do ciclismo mundial: A corrida do Gand-Wevelgem na Bélgica.

No dia 27 de março 2022, data da corrida Ghent-Wevelgem na Bélgica, ninguém esperava viver um momento histórico.

Alguns especialistas chegaram a afirmar que o evento havia perdido um pouco de sua pompa.

Apesar de tudo, e devido ao seu estatuto de clássico tornou-o um evento incontornável da temporada de ciclismo.

A corrida começa e continua normalmente quando a poucos quilómetros do final, Biniam Girmay lança um “sprint”.

“Sofri um pouco na calçada, não foi muito confortável. Depois, senti-me cada vez melhor e recuperei lugares. No “sprint” batia-me com corredores fortes, mas tinha confiança”, disse ele.

No entanto, esta foi a sua primeira participação nesta corrida. O francês Christophe Laporte, à frente do pelotão na altura, ainda não consegue acreditar.

“Cometi um erro, deveria ter começado o sprint. Oportunidades como essa não acontecem todos os dias. Fiquei um pouco surpreso com a largada do Girmay, ele saiu muito rápido e fez a diferença”.

Diz, Christophe, visivelmente surpreendido com o “sprint” explosivo do adversário.

Dias depois à sua chegada ao Aeroporto Internacional de Asmara, capital da Eritreia, uma multidão esperava-o de ambos os lados da principal artéria que liga o Aeroporto Internacional de Asmara ao centro da cidade.

Portanto este jovem de 21 anos, tinha deixado o país três meses antes, anonimamente. A eritreia encontrou um herói, o ciclismo africano um rosto que se espera se torne uma motivação para os jovens ciclistas do continente, mas sobretudo, como disse Girmay: “Vai mudar muitas coisas para o meu futuro, espero também para o dos co africanos”.

 

O que achas desta vitória do Biniam Girmay? Gostas de ciclismo? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

Imagem: © 2022 Tim de Waele / gettyimages
close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.