No acordo, concluído na quinta feira (24/12), o Reino Unido deixa o bloco, mas tem acesso livre de tarifas e sem precedentes ao mercado de 450 milhões de consumidores e diz querer manter laços estreitos com a UE.

A Grã-Bretanha publicou o texto do acordo comercial com a União Europeia (UE), este sábado (26.12), apenas cinco dias antes do fim do período de transição do Brexit, que se destinava a mitigar a sua saída de um dos maiores blocos comerciais do mundo.

O documento de 1.246 páginas contém também pormenores sobre a relação bilateral na aplicação da lei sobre energia nuclear e na resolução de litígios, bem como uma série de declarações conjuntas.

As duas partes selaram o acordo na quinta-feira (24.12), após meses de negociações tensas sobre a partida formal do Reino Unido da UE em janeiro.

Num prefácio ao resumo da publicação, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson escreveu: “Embora tenhamos feito a nossa quota-parte de compromissos durante as negociações, nunca nos desviámos do objetivo de restaurar a soberania nacional – o objetivo central de deixar a UE”.

O acordo de última hora permitirá à Grã-Bretanha ter uma “relação especial” com a UE, segundo o ministro britânico Michael Gove, utilizando um termo tradicionalmente utilizado para descrever os laços estreitos do Reino Unido com os Estados Unidos.

O acordo significa que os dois lados podem deixar o “feio” processo do Brexit para trás e embarcar numa nova e mais esperançosa era, escreveu Gove num comentário publicado ontem (26/12) pelo jornal britânico The Times.

Os embaixadores da UE foram informados sobre o conteúdo do acordo comercial na sexta-feira (25.12) por Michel Barnier, que liderou a equipa de negociação de Bruxelas nas conversações com o Reino Unido.

O parlamento britânico votará o acordo comercial a 30 de dezembro, um dia antes do fim do período de transição do Brexit.

Espera-se que seja aprovado com facilidade, antes de o Parlamento da UE realizar uma votação sobre o acordo em janeiro.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.