Burquina Fasso, mais um Golpe de Estado?

Tudo indica que um novo golpe de estado está em andamento no Burquina Fasso, um país da África Ocidental e membro da CEDEAO.

A detenção do presidente do Burquina Fasso, Roch Marc Christian Kabore pelos militares foi confirmada esta segunda-feira, 24 de Janeiro de 2022, à Reuters por duas fontes de segurança e um diplomata da África Ocidental.

No entanto há também noticias de confrontos entre soldados leais e golpistas e a situação parece muito confusa em Ouagadougou nesta segunda-feira.

 

As razões defendidas

Os soldados golpistas acusam o Presidente e a hierarquia militar de não lhes fornecer meios suficientes na luta contra os jihadistas e fontes bem informadas acreditam que o chefe de Estado esteja detido por soldados amotinados em um acampamento militar, segundo o canal de notícias France 24.

Já há tempos que se vinha sentido um descontentamento dos soldados e da população que consideram que o Presidente não consegue conter o avanço dos jihadistas nem protege as comunidades que têm vindo a sofrer ataques quase diários.

Vários veículos blindados da frota presidencial foram vistos perto da residência do Presidente do Burquina Fasso esta manhã. Disparos foram ouvidos no domingo dia 23 de Janeiro de 2022 à noite, junto à residência do Presidente, depois de soldados amotinados terem tomado uma base militar domingo de manhã.

 

Golpe de Estado Sim ou Não?

O presidente burquinense, Roch Marc Christian Kaboré, é alvo de um golpe de estado?

De acordo com várias fontes dos média, ele está atualmente detido por amotinados, embora, até ao momento, ainda não hajam comunicados de nenhuma junta militar a informar que o Presidente tenha sido destituído.

Segundo a AFP, homens encapuçados assumiram posições em frente da televisão nacional, após os tiroteios fortes que se ouviram em Ouagadougou durante este fim de semana.

Relata-se também manifestantes antigovernamentais e em apoio aos amotinados, incendiarem um prédio pertencente ao partido de Kabore e pedirem a demissão do presidente descontentes com a maneira como o governo está a lidar com os ataques jihadistas.

Segundo a Associated Press (AP) que falou com os amotinados, existem reivindicações de melhores condições para o exército, tratamento para os feridos e apoio para os familiares dos mortos em combate contra os ataques jihadistas.

Assim, apenas uma semana após um golpe de estado abortado, o presidente civil, reeleito em novembro de 2020 para um segundo mandato, parece ter sido retirado do poder, ou pelo menos ter que lidar com um levantamento militar.

Por outro lado, o Governo do Burquina Fasso negou que esteja a decorrer um Golpe de Estado por parte do exército, mas confirmou que ouve tiros em vários quartéis, na madrugada deste domingo.

Num comunicado de imprensa, o porta-voz do Governo, Alkassoum Maïga, pediu calma à população e reafirmou a sua confiança nas Forças Armadas.

“Algumas informações nas redes sociais tendem a fazer-nos acreditar numa tomada de poder pelo Exército neste dia 23 de janeiro de 2022. O Governo, embora reconhecendo a autenticidade de [que houve] tiros em determinados quartéis, nega essa informação e apela à população para ficar calma”

Diz o texto, citado pelas agências de notícias Efe e AFP.

Conclusão

Será que a África Ocidental está a voltar aos anos 60/70/80 em que haver um golpe de estado era o quase “normal”?

A confirmar-se o golpe de estado, neste momento 3 países estariam sob domínio militar: Mali, Guiné-Conacri e Burquina Fasso. Qual será o próximo? Esperemos que mais nenhum, mas isso não é certo.

O que significa, entre outros, que as estratégias da CEDEAO, em matéria de segurança na sub-região não estão a funcionar.

Por outro lado, a CEDEAO emitiu uma declaração de apoio ao Presidente do Burquina Fasso, e pediu diálogo com os amotinados.

Obviamente comunicados não resolvem a situação tal como foi no caso do Mali e na Guiné-Conacri.

 

O que achas destes golpes de estado? Tens seguido o que se passa no Burquina Fasso? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.