Cabo Verde “hub” para operadores de energia.

A empresa portuguesa de navegação Navex, do grupo ETE, anunciou que pretende transformar Cabo Verde num ‘hub’ na África Ocidental para navios de operadores de petróleo, gás e energias renováveis, criando para esse efeito a Navex Energy Logistics, segundo noticia divulgada pela AICEP.

“O sector das energias é um sector que consideramos que, do ponto de vista dos serviços logísticos, transportes e tudo o que está associado à cadeia logística dessa indústria”.

“É um sector que possui bastante potencial de desenvolvimento, especialmente nas geografias em que nós operamos, ou seja, Portugal e África Ocidental”, referiu Bruno Silva, Diretor da Navex Cabo Verde à Lusa.

Para o responsável da Navex em Cabo Verde, o agenciamento deste tipo de navios é uma oportunidade na região da África Ocidental, e no espaço lusófono, face à falta de oferta de “serviços integrados e formatados para esta indústria”, resultando “na necessidade de criar a marca”.

Ainda no setor das energias renováveis, Cabo Verde conta com o apoio do Banco Mundial para construir centrais solares em quatro ilhas.

Cabo Verde vai instalar centrais solares em quatro ilhas, totalizando mais 3,5 MegaWatts (MW) de potência por fontes renováveis, um projeto de 16,5 milhões de dólares apresentado a 28 de março 2022, na cidade da Praia, e cofinanciado pelo Banco Mundial.

O Projeto de Energia Renovável e Melhoria da Eficiência Energética nos Serviços Públicos prevê, na componente relativa ao serviço de eletricidade renovável e eficiente, avaliada em 12,5 milhões de dólares, a construção de centras solares fotovoltaicas nas ilhas de Santo Antão (1,2 MW), São Nicolau (0,4 MW), Maio (0,4 MW) e Fogo (1,3 MW).

De acordo com o Ministro da Energia, Alexandre Monteiro:

“É um projeto muito importante para apoiar o país na execução do seu programa de transição energética que antevê a meta de 30% de produção de eletricidade através de fontes renováveis até 2025 e mais de 50% até 2030”.

Enfatizando a componente elevada ao nível da “reforma e reorganização” do mercado energético em Cabo Verde.

 

O que achas desta oportunidade? E das energias renováveis em Cabo Verde? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

Imagem: © DR
close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.