No dia 25 de maio Cabo Verde desligou toda a emissão da televisão analógica e passou a ver apenas a Televisão Digital Terrestre, um processo de implementação que começou há sete anos.

Mesmo com todas as dificuldades, a TDT já chega a 98% da população, disse ao Mercados Africanos Luís Ramos, presidente da Cabo Verde Broadcast (CVB), empresa do Estado responsável por instalar e gerir o sistema no país.

“Neste momento já temos a TDT em todas as ilhas do país e em todos os municípios, para uma cobertura populacional de aproximadamente 98%”, começou o presidente por fazer o ponto de situação do sistema no país.

Para ultrapassar essa taxa, Luís Ramos disse que ainda faltam pequenas localidades, mas acredita que ainda este ano a cobertura será melhorada em zonas que nunca tiveram acesso à televisão pública em Cabo Verde.

Questionado sobre a possibilidade de chegar a 100%, o gestor disse que é um “processo complicado”, tendo em conta a orografia do país, com várias ilhas montanhosas, com muitos vales e nem sempre a população vive de forma concentrada.

Prova disso é que a última ilha a desligar a televisão analógica, no dia 25 de maio, foi Santo Antão, que é também conhecida como a “Ilha das Montanhas”, e que apresentou maiores dificuldades durante todo o processo de implementação.

“Mas o nosso objetivo é trabalhar para trabalhar a televisão digital num serviço universal em Cabo Verde”, traçou Luís Ramos, entendendo que cobrir 98% da população cabo-verdiana já é um valor “bastante bom”, tendo em conta a realidade internacional.

“Poucos são os países a nível mundial que conseguiram atingir 98% de cobertura populacional com a tecnologia TDT”, salientou, dizendo que alguns países conseguiram, mas com tecnologias complementares.

Em Cabo Verde, o processo para a implementação da TDT começou há sete anos, tendo ao longo deste percurso experimentado algumas dificuldades, a começar pela obtenção de terrenos para construir os centros emissores, conforme o presidente da Cabo Verde Broadcast.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.