O Fundo de Garantia Africano (AGF) concedeu uma linha de garantia de 10 milhões de dólares  ao Afriland First Bank para apoiar as PMEs, o empreendedorismo feminino e a economia verde nos Camarões.

A cerimónia de assinatura teve lugar nos escritórios da sede do Fundo Africano de Garantia em Nairobi. Assinado por Alphonse Nafack, Diretor Executivo do Afriland First Bank e Jules Ngankam, Diretor Executivo do Grupo do Fundo de Garantia Africano.

Este acordo permitirá ao Afriland First Bank, por um lado, aumentar ainda mais o seu compromisso com o segmento das PME e, por outro lado, promover o desenvolvimento do empreendedorismo verde e da liderança feminina no mundo dos negócios.

Durante a cerimónia de assinatura, Jules Ngankam, Diretor Executivo do Grupo AGF, disse: “Os bancos em todo o continente precisam urgentemente de instrumentos de cobertura de risco para apoiar as suas atividades de empréstimo às PMEs. Este acordo confirma o nosso compromisso com as PME camaronesas juntamente com o Afriland First Bank, a instituição líder no setor bancário camaronês “.

Por seu lado, Alphonse Nafack, Diretor Executivo do Afriland First Bank declarou “Esta parceria junta-se à “ADN” do Afriland First Bank e confirma o forte compromisso que tem guiado a nossa ação diária desde a nossa criação, nomeadamente apoiar os empreendedores, promover as PME e apoiar as empresas nos seus programas de desenvolvimento.”

Reconhecidas como grandes protagonistas do tecido econômico camaronês, motores de crescimento e geradores de empregos, as PMEs encontram enormes dificuldades para aceder ao financiamento bancário necessário para a expansão de suas atividades.

Vencedor do prêmio “Melhor financiamento de investimentos locais” no CIF (Fórum de Investimento de Camarões 2019), o Afriland First Bank por meio deste acordo, reforça a sua ambição de participar no surgimento de campeões económicos locais.

“Nesta estratégia de promoção do empreendedorismo, as mulheres ocupam um lugar central no que diz respeito ao papel de pilar que desempenham na sociedade. É correto que o Afriland First Bank apoie mulheres empresárias através do apoio à rede de microfinanças femininas, MUFFA (Mutuelle Financière des Femmes Africaines)”, concluiu Alphonse Nafack.

O que é Fundo Africano de Garantia?

Instituição líder financeira não bancária que atende às necessidades de financiamento das PMEs africanas.

O AGF foi estabelecido em 2011 pelo Governo da Dinamarca (representado pela DANIDA), o Governo da Espanha (representado pela AECID) e o Banco Africano de Desenvolvimento (AFDB), com o mandato de facilitar o acesso ao financiamento por parte das PMEs, para que estas, possam desempenhar plenamente o seu papel de impulsionador do crescimento das economias africanas.

Em 2015, quatro anos após a sua fundação, o AGF concluiu as suas primeiras operações de crescimento externo com a aquisição do Fundo de Garantia para o Investimento Privado em África por um montante de 35 milhões de dólares.

Em 2016, o AGF lançou um Mecanismo de Garantia Verde para garantir o financiamento para PMEs que investem ou operam no setor das tecnologias de baixo carbono.

Em 2017, a Fitch Ratings atribuiu uma classificação AA- ao AGF, tornando-o o primeiro Fundo de Garantia em  África a receber essa classificação.

Com exceção da classificação AAA do Banco Africano de Desenvolvimento, nenhuma instituição financeira com sede em África tinha recebido uma classificação tão alta.

Em 2018, o Fundo de Investimento Dinamarquês para Países em Desenvolvimento (IFU) e o grupo alemão KfW tornaram-se o sexto e o sétimo acionistas da AGF, respetivamente.

Flickr ©



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome