Campeonato Africano de Natação: África do Sul “arrasou”, Angola de parabéns com 6 bronzes.

A 14ª edição do Campeonato Africano de Natação, que decorreu de 11 a 16 de outubro 2021, terminou neste sábado, 16 de Outubro, em Accra, capital do Gana.

Com 42 medalhas (17 de ouro, 16 de prata e 9 de bronze), a África do Sul “sobrevoou”. Teve na nadadora Rebecca Meder (19) a sua grande “estrela”, ao conquistar 7 medalhas de ouro, sendo quatro individuais e três por equipas.

Depois de vencer de forma brilhante os 100m e os 200m livres, Rebecca Meder venceu os 100m costas com o tempo de 1 minuto 2 segundos e 90 centésimos.

A nadadora sul-africana de 19 anos também foi coroada nos 400m estilos e alinhou nas estafetas 4X100m e 4X200m livre, nas quais ela e as suas companheiras foram as campeãs africanas.

O Egito foi segundo e arrecadou 28 medalhas, sendo 8 de ouro, 14 de prata e 6 de bronze.

A Argélia (3ª) com 10 medalhas (2 em ouro, 2 em prata e 6 em bronze), o Marrocos terminou em 4º lugar ao ganhar também 10 medalhas (1 ouro, 2 prata e 7 bronze).

Dos PALOP, Angola enviou 10 participantes nas categorias de juniores e seniores e todos medalharam. Seis dias de provas, seis medalhas para Angola.

Tal como Mercados Africanos tinha noticiado Catarina Sousa, Maria Freitas, Lia Lima e Rafaela Santos, levaram a medalha de bronze na estafeta dos 4×200 livres e estabeleceram um novo recorde nacional que durava há já 20 anos e que tinha  sido estabelecido, em 1999, nas Ilhas Maurícias.

Ainda em estafetas, Pedro Pinotes, Salvador Gordo, Henriques Mascarenhas e Daniel Francisco conquistaram bronze nos 4×100 metros estilos, Catarina Sousa, Pedro Pinotes, Lia Lima e Salvador Gordo vestiram-se também de bronze na dos 4×100 estilos mistos, finalmente Catarina Sousa, Maria Freitas, Lia Lima e Nhara Fernandes obtiveram bronze na dos 4×100 estilos femininos.

Cabo Verde enviou 6 atletas e também sai medalhado com 2 medalhas de Bronze, nos 50 metros bruços femininos e nos 200 metros estilos femininos, pela nadadora Jayla Pina que coloca desta forma, Cabo Verde no pódio pela primeira vez numa competição internacional.

Os Outros participantes dos PALOP foram Moçambique com 16 atletas e a Guiné-Bissau que participa pela primeira vez, com o nadador de 50 anos de idade, Siphiwe Baleka.

O Gana foi o anfitrião do Campeonato Africano de Natação pela primeira vez na sua história.

Quem quiser aprofundar mais as classificações, pode ver todos os resultados aqui.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.