CAN2021: Camarões com o bronze.

Os Camarões sofreram e muito, mas a perder por 3 a 0, o país anfitrião do CAN2021 fez uma reviravolta de loucos no espaço de 16 minutos para empatar no fim do tempo regulamentar e depois derrotar o Burquina Fasso nos pênaltis (5-3) durante o encontro para atribuição do 3º lugar no CAN2021 neste sábado, 5 de Fevereiro de 2022, no Estádio Ahmadou Ahidjo em Yaoundé.

Os Leões Indomáveis ​​conseguiram assim a 2ª medalha de bronze da sua história, embora não fosse a que pretendiam, já que o objetivo era jogar a final contra o Senegal.

Apenas 48 horas depois da semifinal contra o Egito (0-0, 1-3 pênaltis), foram feitas 9 mudanças na equipa titular, mas foram os Garanhões que abriram o marcador graças a Yago, ao receber um excelente cruzamento de Issa Kaboré (0-1) ao 24º minuto.

Pouco antes do intervalo, Kaboré conseguiu espaço no corredor direito e cruzou. André Onana falhou a intervenção, a bola bateu-lhe na barriga e entrou.

Estava feito o (0-2) ao 44º minuto.

No regresso do intervalo, os Garanhões não perderam tempo e com uma cabeçada de um cruzamento de Bertrand Traoré, Djibri Ouattara acertou e humilhou o país anfitrião (0-3) decorria o minuto 49.

Os Camarões gelaram e com três golos sofridos, ninguém imaginava que pudessem sair vitoriosos do encontro. Fazia-se a festa do lado dos adeptos do Burquina e já se dançava em Ouagadougou.

Mas com a entrada de Vincent Aboubakar no espaço de 16 minutos “a música foi outra”.

Com as entradas de Aboubakar e Ngamaleu depois do intervalo, o perigo aproximou-se da baliza de Ouédraogo e Bahoken na sequência de um canto aproveitou uma confusão para reduzir o marcador (1-3) ao 71º minuto.

Os Leos Indomáveis fizeram jus ao seu nome e atacaram incansavelmente os Garanhões.

O guarda-redes do Burkinabè defendeu a investida de Toko-Ekambi e depois a de Bahoken, mas não conseguiu evitar o golo que permitiu Aboubakar levar os Camarões a uma esperança renovada com (2-3) ao 85º minuto.

Com este golo os Camarões redobraram a energia e tentaram o tudo por tudo.

Numa saída, Ouédraogo soltou a bola e Aboubakar só teve de a empurrar para dentro da baliza vazia para empatar (3-3) quando decorria o minuto 87, e fazer o seu 8º golo neste CAN!

Tudo foi decidido nos pênaltis com Aboubacar Sawadogo na baliza do Burquina, após a saída de Ouédraogo por lesão (Hervé Koffi, o titular, tinha sido dispensado para esta partida).

Onana fez uma defesa contra Blati Touré e permitiu que, os Camarões, o país anfitrião terminasse com uma pequena consolação.

O Burquina Fasso, por outro lado, terá grandes arrependimentos ao analisar como deixou escapar este terceiro lugar depois de ter estado a ganhar (3-0=.

 

Viste o jogo? O que achaste? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.