CAN 2021: Começou a grande festa do futebol africano.

Neste domingo, dia 9 de Janeiro de 2022, começou a 33° campeonato das Nações Africanas (CAN) e até 6 de Fevereiro, os Camarões serão o epicentro do futebol continental.

Pela primeira vez, a competição acontecerá com 24 equipes* que tentarão dar o seu melhor para ganhar o precioso e o mais cobiçado dos troféus africanos

Entre os favoritos, os menos favoritos e os que se pensa que serão perdedores, a competição será dura, impossível e apenas uma nação chegará ao firmamento.

Além do vencedor, que será conhecido na noite do dia 6 de fevereiro, o mais importante é a comemoração do futebol continental e de todos os adeptos do futebol, mas também dos africanos e africanas em geral, que certamente querem que o mundo veja que mesmo em pandemia, o continente tem a capacidade de organização para levar a bom termo esta grande competição.

O primeiro desafio a enfrentar é o da organização: os Camarões deram-se os meios para “organizar a mais bela competição desportiva do futebol africano”, parafraseando o chefe de Estado camaronês, Paul Biya.

O desejo de África é que tudo saia certo para demonstrar ao mundo a sua capacidade de ser a anfitriã de grandes eventos internacionais, apesar do contexto sanitário.

Após semanas de incerteza, a bola começou a rolar finalmente para os 24 países que se classificaram para a final da CAN nos Camarões.

O país dos Leões Indomáveis ​​não organizava uma fase final do CAN desde 1972, uma anomalia para este grande país do futebol africano, cinco vezes vencedor do torneio (1984, 1988, 2000, 2002 e 2017) e finalista do primeiro quarto de final para uma equipa africana no Mundial de 1990, em Itália.

Todos queremos ver uma África positiva, uma África vencedora, uma África que joga com fair play e… que vença o melhor.

 

Viste a cerimónia de abertura? O que achaste dela? Dá-nos a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

CAN2021: 4,5 milhões de euros para o vencedor

(*)

Os 24 países participantes são: Argélia; Burkina Faso; Camarões (país anfitrião); Boné verde; Comores; Costa do Marfim; Egito; Etiópia; Gabão; Gâmbia; Gana; Guiné; Guiné-Bissau; Guiné Equatorial; Malawi; Mali; Marrocos; Mauritânia; Nigéria; Senegal; Serra Leoa; Sudão; Tunísia e Zimbábue.
pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.