CAN2021:  Guiné-Bissau no grupo da “morte”.

A seleção da Guiné-Bissau terá de batalhar contra o Egito, treinado pelo português Carlos Queiroz, a Nigéria a e o Sudão, os seus adversários no Grupo D da CAN2021, que se vai realizar entre 9 de Janeiro e 6 de Fevereiro de 2022, nos Camarões, depois de ter sido adiada devido à pandemia de covid-19.

O futebolista Zaidu, defesa do FC Porto, integra a lista de 28 jogadores convocados para representar a seleção da Nigéria na Taça das Nações Africanas CAN2021, divulgada pela federação nigeriana neste sábado, 25 dezembro 2021.

Zaidu, de 24 anos, tem seis internacionalizações pela Nigéria e foi um dos escolhidos pelo selecionador Augustine Eguavoen, que convocou também Victor Osimhen, avançado do Nápoles, que chegou a anunciar a ausência da prova, depois de ter sido operado a várias fraturas na cara.

Tal como Mercados africanos tinha noticiado a Taça das Nações Africanas CAN2021, irá disputar-se nas datas previstas, contrariando os rumores de adiamento ou cancelamento.

O presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF) confirmou que a Taça das Nações Africanas CAN2021, irá disputar-se nas datas previstas, contrariando os rumores de adiamento ou cancelamento

“No dia 09 de Janeiro 2022, irei assistir à partida de abertura entre os Camarões e o Burquina Faso”, disse Patrice Motsepe aos jornalistas, após uma reunião com o chefe de Estado camaronês, Paul Biya.

Com efeito, corriam persistentes rumores de que a competição, marcada para os Camarões poderia vir a ser adiada ou mesmo cancelada devido à pandemia de covid-19, mas o responsável máximo da CAF pôs ponto final nas dúvidas que se levantavam.

No entanto, Motsepe reconhece que a variante Ómicron constitui “um grande desafio”, mas lembra que “ninguém será admitido nos estádios sem um teste PCR” e que os organizadores da competição já tinham anunciado “a obrigatoriedade da vacina e do teste” para se ter acesso aos recintos dos jogos.

Recorde-se que recentemente, a Associação Europeia de Clubes (ECA) ameaçou não ceder os jogadores africanos internacionais para a CAN2021, alegando preocupações com o protocolo de saúde do evento em cenário de pandemia, mas, em resposta, o governo camaronês e a CAF divulgaram nesta quinta-feira, 23 Dezembro 2021, os planos de saúde para a competição, baseados em testes e vacinas.

 

O que pensas sobre isto? Achas que a Guiné-Bissau passará a fase de grupos? Dá-nos a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

CAN2021: Os Djurtus e as estrelas do Grupo D

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.