CAN2021: Rei do Marrocos “abre os cordões à bolsa”.

O Rei do Marrocos decidiu dar prémios consistentes aos Leões do Atlas nome da seleção marroquina de futebol e incentivá-los na conquista do título continental, nesta 33ª edição do Campeonato das Nações Africanas (CAN).

O Marrocos faz questão de entrar bem nesta 33° do CAN que será disputada de 9 de Janeiro a 6 de Fevereiro 2022, nos Camarões.

Assim, as autoridades do futebol marroquino, sob instruções do Rei do Marrocos, Mohammed VI, fizeram promessas tentadoras aos Leões do Atlas.

Na verdade, mais do que promessas foi decidido conceder bónus substanciais a todos os jogadores para cada etapa completada durante o CAN2021.

A Real Federação Marroquina de Futebol (FRMF) prometeu aos Leões do Atlas um pagamento individual de 300.000 Dinares Marroquinos (DH) após a fase de grupos.

Em caso de qualificação para os quartos de final, cada jogador receberá 400.000 DH.

Prémio que aumentará para 500.000 DH durante as semifinais.

Pelo segundo lugar, cada jogador marroquino terá direito a 700.000 DH.

Em caso de vitória, será o jackpot para cada jogador, já que, segundo informações da imprensa marroquina, o Rei do Marrocos oferecerá a cada um o montante de DH 1 milhão.

Marrocos está no Grupo C, com as Comores, Gabão e Gana. O primeiro jogo será a 10 de Janeiro contra o Gana antes de se atacar as Comores a 14 de Janeiro e o último encontro desta fase de grupos, contra os Panteras do Gabão, no dia 18 de Janeiro.

 

Evitar a pandemia

Aliás a seleção marroquina já desembarcou nos Camarões com um arsenal de alimentos para não correr riscos num contexto de pandemia.

A fim de evitar correr riscos de infeção do coronavírus, para além de problemas de intoxicação alimentar, as autoridades desportivas do Marrocos tomaram medidas e os Leões do Atlas viajaram com 5 toneladas de provisões a bordo do Boeing 747 em que os jogadores e todos os integrantes chegaram à capital camaronesa, Yaoundé.

O pessoal inclui uma equipa de cozinheiros responsáveis ​​pela gestão da comida da delegação. Comida, água … nenhum detalhe foi deixado ao acaso nesta expedição camaronesa.

Até mesmo o equipamento de desinfeção foi fornecido para tratar o hotel em que estão alojados os Leões do Atlas.

Mas não é só isso.

A delegação marroquina levou até colchões e lençóis para equipar os quartos do hotel e até o pessoal do hotel, que serve de base aos Leões ao longo da campanha camaronesa, foi substituído por outro do reino marroquino, vacinados e submetidos ao teste PCR.

Tudo isto graças ao Rei do Marrocos.

Corona, ao quanto obrigas…

 

O que achas desta participação do Marrocos? Exagero ou não? Dá-nos a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.