CAN 2021: Tunísia a favorita do Grupo F.

Tal como na edição do CAN de 2019, o Mali, a Tunísia e a Mauritânia voltam a fazer parte do mesmo grupo.

 

Gâmbia

Mas, desta vez estarão em companhia da Gâmbia.

Os Escorpiões da Gambia, participam pela primeira vez da fase final do CAN, num grupo em que a Tunísia continua a ser a única equipa deste grupo F que já conquistou o título continental.

A Gâmbia chega pela primeira vez na sua história a uma fase final do CAN. Tom Saintfiet, o técnico belga poderia contar com seu capitão Pa Modou Jagne, mas também com Musa Barrow ou Ebrima Darboe.

 

Tunísia

Finalista do CAN, a Tunísia, que participa pela 20ª vez, tem apenas um objetivo: erguer novamente o título continental como em 2004.

As Águias de Cartago também estão entre as favoritas da competição.

A sua estabilidade deve permitir-lhes chegar ao fim de sua ambição, com jogadores como Youssef Msakni, Wahbi Khazri, Ellyes Skhiri, Mohamed Dräger, Ali Maaloul, ou mesmo os jovens prodígios Omar Rekik (20 anos, Arsenal) e Hannibal Mejbri (18, Manchester United).

 

Mali

Mas em termos de juventude em crescimento o Mali reina.

Com o retorno de Yves Bissouma, um dos melhores médios da Premier League inglesa, o Mali, que teve uma boa sequência nas eliminatórias para o as qualificações do Mundial (5 vitórias e 1 empate), também sonha com o seu primeiro título africano na sua 12º participação.

Além da estrela do Brighton, o treinador Mohamed Magassouba contará com o seu capitão Hamari Traoré, Amadou Haïdara “Doudou”, Diadié Samassékou, Adama Traoré “Noss”, Ibrahima Koné, El Bilal Touré ou ainda Adama Traoré “Noss”, um jovem talentoso capaz de atirar a cobiça de qualquer das grandes seleções do continente.

 

Mauritânia

A Mauritânia, que participa na sua terceira fase final do CAN, quer pelo menos avançar para os oitavos de final, nesta edição nos Camarões.

Os Mourabitounes fortaleceram-se com vários jogadores de origem estrangeira, como o franco-maliano Guessouma Fofana, o franco-senegalês Souleymane Doukara e o senegalês Pape Ibnou Ba ou o seu avançado Aboubakar Kamara.

 

O que achas deste grupo? A Tunísia já passou? Dá-nos a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.