Carro fabricado em Marrocos no top de vendas.

O grupo Renault Marrocos acaba de fazer o balanço da sua atividade respeitante a 2021 e o Dacia Sandero, construído em Marrocos, saltou para o primeiro lugar de vendas a particulares.

Um ano particular no decurso do qual a filial marroquina do construtor francês, tal como a maioria dos seus concorrentes, teve de lidar com a crise dos semicondutores, com consequências óbvias, quer no plano industrial, quer comercial, segundo comunicado da AICEP recebido na redação de Mercados Africanos.

No plano comercial, o balanço é misto. Se as duas marcas do Grupo mantiveram uma quota de mercado acumulado na ordem dos 40% e com sete modelos no Top 10 das vendas, a sua progressão, em 2021, foi inferior à registada no mercado marroquino no seu conjunto (+5,7% comparativamente a 2019).

No campo industrial, os resultados mostram que a produção total do Grupo Renault Marrocos atingiu os 303.591 veículos, uma subida de 9,5% relativamente a 2020, mas ainda muito abaixo do número record alcançado em 2019, em que se registaram 394.902 veículos.

De facto, as penúrias das componentes eletrónicas causaram várias interrupções de atividade nas duas fábricas de Tanger e de Casablanca, assim como o abrandamento do mercado europeu, destino de exportação de 90% da produção marroquina, constituem fatores relevantes que explicam os resultados do Grupo, de acordo com o jornal Medias24.com, de 19 de Janeiro de 2022.

A fábrica Somaca de Casablanca também sofreu com a conjuntura internacional, com uma produção de 73.589 veículos, volume pouco maior do registado em 2020 (67.705 unidades), embora muito abaixo das 91.344 unidades produzidas em 2019.

A mesma fonte refere, que não obstante os resultados menos positivos, há também boas notícias para o Grupo Renault em Marrocos: o programas de modernização das suas duas fábricas no Reino Marroquino permitiram ultrapassar 60% da taxa de integração local, sendo que as mesmas figuram no Top 5 das estruturas industrial do Grupo Renault, assegurando 15% da sua produção mundial, em 2021.

 

O que achas da fabricação local de veículos estrangeiros? Gostas deste modelo da Renault? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.