Já presente na banca da África do Norte e Subsaariana, o Catar, de acordo com a sua estratégia de investimentos, quer explorar as possibilidades de investir na inclusão financeira africana, com um cheque que pode chegar aos 200 milhões de dólares.

A Qatar Investment Authority (QIA), nesta sexta-feira, dia 30 de julho 2021, assinou um acordo que permitirá investir até 200 milhões de dólares e obter uma participação minoritária no capital da Airtel Mobile Commerce, a filial da operadora de telecomunicações Airtel Africa, que se dedica a atividades de dinheiro móvel, segundo comunicado da Airtel Africa Plc, datado de 30 de julho 2021 e a que Mercados Africanos teve acesso.

A Qatar Investment Authority (QIA), o fundo soberano, por meio do qual o Emirado do Catar, alavanca os seus investimentos globais, vai avançar nesta oportunidade de aproveitar um setor de atividade que apresenta um crescimento sólido.

Nos primeiros três meses do ano 2020/2021 que terminou no final de junho passado (2021), as transações da Airtel Money atingiram 14,6 mil milhões de dólares, um aumento de 62,7% em relação ao mesmo período em 2020.

Para além de ser um investimento com rentabilidade comprovada, o Catar com este projeto de investimento, dar-se-á os meios para aprender mais sobre os avanços e tendências da inclusão financeira na África Subsaariana.

“Estamos muito satisfeitos por contar com a Airtel Africa para promover a inclusão financeira entre a grande e crescente população da África Subsaariana”, disse Mansoor bin Ebrahim Al-Mahmoud, Diretor Executivo da Autoridade de Investimentos do Qatar, comentando sobre o anúncio da transação.

Em África e de forma particular, essa inclusão está a ser construída no dia-a-dia, e cada vez mais pessoas estão a usar dinheiro móvel como meio de pagamento, poupança ou acesso a crédito.

Por outro lado, as regulamentações estão-se a tornar mais simples à medida que as autoridades em diferentes países adquirem uma melhor compreensão do setor, as transações entre as operadoras aumentam as possibilidades e as transferências internacionais ganham terreno.

Um pilar importante neste desenvolvimento é também o nexo crescente entre os bancos e o dinheiro móvel.

Recorde-se que em outubro de 2019, foi anunciado um acordo entre a Airtel Africa e o Ecobank, – maior instituição bancária do continente com atividades diretas em cerca de 30 países africanos – que tem o Catarcomo um dos seus acionistas estratégicos desde setembro de 2014.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.