Chá do Quénia de “vento em popa”

Principal pilar da economia queniana, o setor agrícola também desempenha um importante papel social nas áreas rurais.

Apesar da pandemia de coronavírus, o setor continua a ter um bom resultado.

No Quénia, a agricultura voltou a ter um bom desempenho em 2020.

De acordo com os últimos dados divulgados em 9 de setembro pelo National Bureau of Statistics (KNBS), este ramo da economia cresceu 4,8% em 2021, contra um aumento de 2,6% em 2019.

Essa recuperação reflete a boa resiliência do setor, que passou por diversos ventos contrários, como a invasão de gafanhotos em determinadas regiões do país e a pandemia do coronavírus.

O impulso foi sobretudo no segmento comercial agrícola, particularmente dinâmico. As receitas de exportação passaram de 467 para 510 mil milhões de xelins quenianos (4,6 mil milhões de dólares), um novo recorde.

Em 2020, o chá, mais uma vez, afirmou-se como o principal produto de exportação com 122 mil milhões de xelins quenianos (mil milhões de dólares). Em 2021 este lugar tinha sido ocupado pela plantação de flores.

Outros produtos que também tiveram bom desempenho, foram as frutas (+ 40%),  o café (+ 7%), o leite (+ 11%) e a cana-de-açúcar (+ 44%).

Graças a este crescimento, o setor viu a sua contribuição ao PIB passar de 21,2% para 23%.

No entanto recorde-se que nos últimos anos, em muitas partes do país, o setor agrícola tem sido confrontado com mudanças climáticas galopantes.

Nesse sentido o governo vai injetar 132 milhões dólares no setor agrícola em regiões áridas e semiáridas do país – que são particularmente afetadas pela seca – através da implementação de projetos de apoio à produção agrícola por meio da instalação de equipamentos de irrigação.

Além disso, serão levadas a cabo, iniciativas de apoio à pecuária com ênfase no fortalecimento da produção de forragens.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.