Champions: Sul-africanas do Mamelodi Sundowns campeãs.

Nesta sexta-feira, 19 novembro 21021, as sul-africanas do Mamelodi Sundowns conquistaram a primeira edição da Liga dos Campeões Femininos da África da CAF, ao derrotar o Gana Hascaas Ladies (2-0) na final.

Cheune Morifi (32º) e Andisiwe Mgcoyi (64º) ajudaram a equipa sul-africana que já tinha sido coroada em 2016 nos homens, a conquistar um novo troféu.

A final aconteceu no Cairo, Egito, que foi o anfitrião das finais da competição de 5 a 19 de novembro 2021.

Uma atuação de grande de classe das senhoras do Mamelodi Sundowns, fez com que elas escrevessem história, no estádio 30 de junho no Cairo, ao serem coroadas as primeiras vencedoras da Liga dos Campeões Femininos da CAF.

Esta foi a primeira vez que o Mamelodi Sundowns marcou mais do que um só golo num dos encontros da competição. o que demonstrou a sua determinação em vencer, além de provar mais uma vez a continuidade do muro firme defensivo e o brilhantismo da guarda-redes, Andile Dlamini.

As jogadoras do Mamelodi Sundowns atacaram durante todo o encontro avançando rapidamente com a bola e colocando as ganesas sob pressão.

Sul-africanas do Mamelodi Sundowns são campeãs
Sul-africanas do Mamelodi Sundowns são campeãs

Com apenas cinco minutos de jogo, Morifi Chuene enviou um canto bem marcado na área adversária, mas as damas do Mamelodi Sundowns não aproveitaram e as ganesas afastaram o perigo.

Ao minuto 24 as Hasacaas pregaram um “susto” às sul-africanas, mas o remate saiu ao lado. Dois minutos após a meia hora, as coisas finalmente encaixaram-se para as sul-africanas que numa jogada com sabor “brasileiro” viu Andisiwe Mgcoyi fazer um bom cruzamento que colocou Chuene em posição de rematar e colocar a bola no fundo da rede lateral.

Mas as melhores jogadoras do Gana Hascaas Ladies não desistiram e tal como Veronica Appiah, lutaram para abrir a defesa das sul-africanas, recorrendo a remates de longa distância, mas a guarda-redes Dlamini estava em grande forma e fez excelentes defesas mantendo a vantagem da sua equipa.

Com as sul-africanas a terem feito mais remates à baliza, a equipa finalmente aumentou a vantagem aos 64 minutos, graças a Mgcoyi, tornando as coisas ainda piores para a equipa do Gana.

Aos 79 minutos, Dlamini, que tinha sido fantástica ao longo do jogo, fez uma defesa brilhante para impedir o remate poderoso de Perpetual Agyekum à entrada da pequena área.

Um jogo empolgante para quem teve a possibilidade de o seguir, tal como Mercados Africanos e parabéns à CAF por ter lançado a Liga dos Campeões Femininos da África, as futebolistas africanas já o mereciam.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.