Coris Bank inaugurado oficialmente em Bissau.

Tal como Mercados Africanos tinha noticiado o Coris Bank Internacional, que iniciou as atividades na Guiné-Bissau no início de Março de 2022, foi inaugurado oficialmente nesta quarta-feira, 30 de Março na capital do país.

A cerimónia decorreu na presença do Presidente Umaro Sissoco Embaló e de membros do seu governo, bem como de diplomatas incluindo Jacob Ouedraogo, Embaixador do Burquina Faso no Senegal e na Guiné-Bissau.

No seu discurso, o Chefe de Estado da Guiné-Bissau insistiu na necessidade de uma parceria benéfica para ambos e na importância do sector financeiro no desenvolvimento económico.

Do lado do Coris Bank, o Presidente Idrissa Nassa esteve presente na inauguração ao lado de Myriam Koné, Diretora Geral do Coris Guiné Bissau e  Ibrahima Fall, Diretor Geral do Coris Bank no Senegal.

O Presidente guineense afirmou que se sente satisfeito pelo facto de o novo banco ajudar o país a “enfrentar um dos seus maiores desafios” que é o financiamento da economia.

E acrescentou que o país não poderá conhecer um progresso social sem que tenha, antes, um crescimento económico sustentável que possa apoiar a estabilidade das instituições públicas e que o país “estará sempre” ao lado de investimentos deste tipo.

O Presidente guineense espera que o novo banco ajude a fortalecer o tecido empresarial e o crescimento económico do país e considerou que a presença do Coris Bank no país “representa um voto de confiança na economia e no futuro da Guiné-Bissau”.

A diretora geral da sucursal do Coris Bank na Guiné-Bissau, Myriam Kone saudou a presença do chefe de Estado guineense na inauguração da agência e sublinhou que a confiança, originalidade, responsabilidade, integridade e sociabilidade, que correspondem às iniciais do banco são os seus mais intrínsecos valores.

Com esta abertura, o Coris Bank Group, um banco privado sediado no Burquina Faso, completa a sua presença nos 8 países da União Económica e Monetária da África Ocidental (UEMOA).

O sucesso do banco com um balanço total de 4.750 mil milhões de francos CFA (8 mil milhões de euros) advém da sua proximidade aos Estados e aos operadores económicos em geral.

“A nossa aposta sempre foi fazer a banca de forma diferente e vamos fazê-lo na Guiné-Bissau”, disse o presidente Idrissa Nassa.

Recorde-se que o Coris Bank tem como metas financiar as pequenas e médias empresas como faz nos restantes sete países da União Económica e Monetária da África Ocidental (UEMOA), anunciou o banco num comunicado.

Os outros bancos comerciais presentes na Guiné-Bissau são o Banco Atlântico, BAO, BDU, Ecobank e Orabank.

 

O que achas desta inauguração? A abertura do Coris Bank em Bissau não foi tardia? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

Imagem: © 2022 DR
close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.