O Banco Mundial concedeu à Costa do Marfim um empréstimo de 300 milhões de dólares, (163,5 mil milhões de Francos CFA), para apoiar a resposta ao COVID-19 e o renascimento do setor privado, anunciou terça-feira, 16 de fevereiro, a instituição financeira internacional, por meio de um comunicado de imprensa .

“Ajudar os mais desfavorecidos e apoiar as empresas”, de acordo com o Banco Mundial

Entre as medidas apoiadas por esta operação do Banco Mundial, estão diversas reformas estruturais no acesso à terra com a digitalização do sistema fundiário e a aceleração do procedimento para emissão de concessões ; garantias de crédito a PMEs através da criação de um Fundo de Garantia de acesso ao Crédito para pequenas e médias empresas, com o apoio da Corporação Financeira Internacional (IFC); gestão transparente da dívida, entre outras medidas.

De acordo com a nota informativa, este apoio orçamental da Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA), instituição do Banco Mundial, visa “apoiar reformas” e promover uma recuperação económica sustentável, além de fortalecer medidas já em vigor para apoiar famílias e empresas afetadas pela pandemia e para fortalecer a transparência na gestão das finanças públicas e fundos de emergência da Covid-19.

“A pandemia Covid-19 continua a afetar as vidas e a economia do país. Esta operação reforça o apoio do Banco Mundial às medidas de resposta do governo para salvar vidas, socorrer os mais desfavorecidos e apoiar as empresas a fazerem face aos impactos da crise ”, declarou Coralie Gevers, diretora de operações do Banco Mundial para Costa do Marfim, Benim, Guiné Conacri e Togo.

“Esta operação também apoia as reformas adotadas pelo governo para estimular o investimento e assim contribuir para a retomada das atividades económicas e do crescimento inclusivo e sustentável”, acrescentou ela.

O Banco Mundial, uma das principais fontes de financiamento para as economias em desenvolvimento, orçamentou 12 mil milhões de dólares para apoiar os países de renda baixa e média a combaterem as consequências sociais e econômicas da pandemia.

Flickr ©

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.