Depois de alguns dias de violência que se seguiram às eleições presidências do dia 31 de Outubro a vida retorna lentamente ao normal e já se notaram os habituais engarrafamentos nas principais artérias de Abidjan, a capital económica do país.

Os negócios estão a reabrir embora timidamente e há informações de que a maioria dos bloqueios de estradas erguidos pelos manifestantes nas estradas que levam a Yamoussoukro, Bouaké, San Pedro Daloa, Bongouanou estão a ser levantados.

Isto apesar do apelo do opositor, antigo primeiro-ministro, Guillaume Soro à desobediência do exército e a ter dado o seu apoio ao Conselho Nacional de Transição (NTC).

Outro opositor, o antigo presidente Henri Konan Bédié, Presidente da NTC, tem recebido visitas dos embaixadores da Grã-Bretanha, França, Estados Unidos e União Europeia na sua residência.de Abidjan.

.

Após o anúncio dos resultados provisórios da Comissão Eleitoral Independente, dando Alassane Ouattara como o vencedor das eleições presidenciais, os líderes da oposição, criaram nesta segunda-feira um Conselho Nacional de Transição presidido pelo ex-presidente Henri Konan Bédié e que deveria criar um governo de transição.

Mas esta ideia de transição não é partilhada de forma alguma pelas embaixadas acreditadas na Costa do Marfim, bem como por muitas organizações sub-regionais que apelam aos atores políticos marfinenses para que discutam e trabalhem para acalmar o clima sociopolítico.

A seguir

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.