Costa do Marfim projeta crescimento de 7% para 2022.

Durante o seu discurso de Ano Novo, o Presidente Alassane Ouattara disse que a Costa do Marfim deverá crescer quase 7% em 2020.

“No que diz respeito à luta contra a Covid-19, nosso plano de resposta económica e de saúde, combinado com a resiliência de nossa economia, tornou possível conter os efeitos da pandemia com uma taxa de crescimento económico positivo de cerca de 2% em 2020 e 6,5% em 2021. Essa dinâmica continuará em 2022 com uma taxa de crescimento projetada em torno de 7%”, declarou ele a 31 de Dezembro de 2021.

Com a ambição de atingir esse recorde, o chefe de estado da Costa do Marfim pretende intensificar a modernização da agricultura para aumentar a produtividade e a renda dos produtores, reduzir o custo de vida e acelerar a industrialização do país.

O emprego juvenil em 2022 também é uma das suas prioridades, pontuado pela redução da taxa de pobreza (cerca de 36%) e das desigualdades sociais.

“Fizemos uma importante descoberta de óleo e gás, que entrará em produção já em 2023. Ela aumentará a nossa produção de óleo e gás e proporcionará um abastecimento adequado de gás ao setor elétrico. Esta importante descoberta é um bom presságio para o nosso país em termos de recursos para o financiamento de projetos de desenvolvimento, formação dos nossos jovens, criação de empregos e oportunidades para as nossas PME”, sublinhou na sua intervenção Alassane Ouattara.

Recorde-se que ao contrário da maioria dos países que cortam os orçamentos de 2021, devido ainda aos efeitos da pandemia, a maior economia da União Economia e Monetária da África do Oeste (UEMOA), a Costa do Marfim, exibe uma resiliência significativa, apesar do impacto da pandemia a que não foi alheia.

O OGE teve um aumento significativo de 1,22 mil milhões de dólares (694,7 mil milhões de FCFA).

Esta decisão foi justificada, de acordo com as autoridades da Costa do Marfim, por “mudanças na conjuntura económica fortemente impactada pela pandemia covid-19 e a necessidade de continuar os esforços no campo das políticas de saúde e redução da pobreza para melhorar o ambiente de vida e bem-estar das populações”.

 

O que pensas sobre isto? Tens seguido as notícias da Costa do Marfim? Dá-nos a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.