O Centro Africano de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC), uma instituição da União Africana, vai gerir um fundo criado através de uma parceria público-privada entre a União Africana e a iniciativa AfroChampions que visa angariar fundos de resposta à pandemia da Covid-19, para reforçar e melhorar a capacidade de intervenção do setor da saúde.

A iniciativa sublinha a importância de uma abordagem solidária e pan-africana que possa permitir ao continente resolver os seus problemas. Vários bancos africanos, várias companhias de seguros, várias indústrias e estados tais como a África do Sul, o Quénia, o Egito e a República Democrática do Congo já contribuíram com quase 150 milhões de dólares para comprar testes do novo coronavírus e equipamentos de proteção do pessoal médico, incluindo máscaras.

Além da resposta médica, parte dos recursos arrecadados será destinada ao apoio às comunidades mais frágeis, nos países africanos menos desenvolvidos, cujas atividades socioeconómicas foram impactadas significativamente por medidas tomadas para mitigar os efeitos da pandemia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.