“Foi aprovado o projeto de resolução sobre o acordo de mobilidade na CPLP a ser aprovado na cimeira de chefes de Estado e de Governo da CPLP em Luanda, no próximo ano”, anunciou ontem (09/12) o ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde no final do Conselho de Ministros da CPLP, que esteve reunido por videoconferência, e presidido por Cabo Verde.

“O projeto de mobilidade vai facilitar enormemente a circulação de pessoas e bens no quadro dos nove Estados membros da CPLP”, reforçou Luís Filipe Tavares, enquanto presidente em exercício do Conselho de Ministros da CPLP.

Segundo a proposta, os Estados-membros devem procurar “criar as condições para, progressivamente, ir avançando para níveis mais elevados de mobilidade” e possibilita uma seleção dos tipos de passaportes que podem dar entrada num Estado-membro.

“Há consenso entre os nove Estados-membros em relação à proposta de Cabo Verde. Já é um passo significativo. Demos um grande contributo para afirmação da cidadania da CPLP e isso é o que as populações estavam à espera”, disse o ministro.

O Conselho de Ministros é constituído pelos ministros dos Negócios Estrangeiros e Relações Exteriores dos nove Estados-membros da CPLP: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.