Dangote compra ou não compra o Arsenal?

O bilionário nigeriano Aliko Dangote, o homem mais rico de África, foi mais uma vez associado, pela imprensa britânica e africana, a uma tentativa de compra do Arsenal, o que ele, aliás, está a tentar fazer há uma década.

Será que desta vez Dangote vai avançar com a tão esperada oferta para adquirir os direitos de propriedade do clube da Premier League inglesa?

Noticias que circulam há quase uma década ressurgiram na última de fevereiro 2021.

Em 2011, ele quis comprar a parte de uma das proprietárias, Lady Nina Bracewell-Smith, quando ela pôs a sua participação de 15,9% à venda.

Em 2015, Aliko Dangote voltou a dizer que queria comprar essas mesmas ações, mas desistiu, explicando que estava “muito ocupado” em outros negócios.

Numa retrospetiva feita em 2015, do que se passou em 2011, Dangote sublinhou que deu um passo atrás, porque estava muito ocupado a investir na industrialização, referindo-se à refinaria que deveria ter estado operacional “no início de 2021” e que sabemos hoje, devido à pandemia vai arrancar em 2022. “Quando colocarmos esta refinaria em funcionamento, terei tempo e recursos suficientes para pagar as somas que eles pediram”, disse Dangote.

Em 2016, Dangote voltou a falar de seu interesse no Arsenal, mas voltou a insistir que não tinha recursos para uma aquisição e paralelemente continuar com outros projetos avaliados em mais de 20 mil milhões de dólares.

Dangote, tem ideias para o Arsenal: “Não se trata de comprar o Arsenal e continuar como sempre. Trata-se de comprar o Arsenal e transformá-lo. Dirijo um negócio de muito sucesso e acho que também posso liderar uma equipa de muito sucesso “, disse ele em 2016.

Veja Também:

Dangote continuou a ser o africano mais rico em 2021

Nigéria: Dangote injeta mil milhões de dólares na refinaria de açúcar

Dangote: Fábrica de fertilizantes arranca esta semana

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.