Eletrificar 695 mil lares no Sahel.

Grupo Banco Africano de Desenvolvimento aprovou um instrumento de financiamento de 379,6 milhões de dólares para a iniciativa Do Deserto à Energia para os países do G5 do Sahel.

O Conselho de Administração do Grupo Banco Africano de Desenvolvimento aprovou um Instrumento de Financiamento para a iniciativa Do Deserto à Energia (Desert to Power) G5 Sahel, abrangendo o Burquina Faso, Chade, Mali, Mauritânia e Níger.

O Banco prevê comprometer até 379,6 milhões de dólares em financiamento e assistência técnica para este Instrumento durante os próximos sete anos.

O Instrumento de Financiamento Desert to Power G5 visa ajudar os países do G5 do Sahel a adotarem uma via de produção de energia com baixas emissões, fazendo uso do abundante potencial solar da região.

O financiamento centrar-se-á na produção solar para utilização utilitária através de produtores independentes de energia e soluções de armazenamento de energia.

Estes investimentos serão apoiados por uma componente de assistência técnica para melhorar a capacidade de implementação, reforçar o ambiente favorável aos investimentos do setor privado, e assegurar a atenção às questões do género e do clima.

Espera-se que este montante resulte em 500 MW de capacidade adicional de produção solar e facilite o acesso à eletricidade a cerca de 695.000 lares.

Ao longo da vida útil do projeto, espera-se que reduza as emissões de carbono em mais de 14,4 milhões de toneladas de dióxido de carbono equivalente.

O Conselho de Administração do Fundo para o Clima Verde aprovou 150 milhões de dólares em recursos concessionais em outubro de 2021 esse instrumento, que se espera que alavanque cerca de 437 milhões de dólares em financiamento adicional de outras instituições financeiras de desenvolvimento, bancos comerciais e promotores do setor privado.

O Vice-Presidente do Banco Africano de Desenvolvimento para a Energia, Alterações Climáticas e Crescimento Verde, Kevin Kariuki, afirmou:

“A inovadora abordagem financeira mista da Facilidade Desert to Power G5 Sahel irá catalisar o investimento do setor privado na produção de energia solar na região. Isto levará à geração transformacional de energia e colmatará o défice de acesso à energia em alguns dos países mais frágeis de África”.

 

O que achas disto?  Electrificar o Sahel é um projeto ambicioso? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

Sahel apoia jovens empresários do GS

Imagem: © 2021 Francisco Lopes-Santos
close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.