Energia solar: Um milhão e 500 mil pessoas.

O ministro da Energia e Águas de Angola, João Baptista Borges, cumpriu, nesta sexta-feira, 4 de Março de 2022, uma visita de trabalho na província de Benguela, com o objetivo de avaliar o grau de execução das obras do parque solar que estão a ser desenvolvidas naquela província, segundo noticiou o Jornal de Angola.

Acompanhado por uma delegação daquele departamento ministerial, pelo vice-governador de Benguela para a Área Técnica e Infraestruturas, Adilson Delaine, o governante visitou o projeto solar do Biópio, lançado no dia 11 de Março de 2021 e prevê-se que tenha terminado em Maio de 2023.

Com uma potência prevista de 188,8 MWdc, o mesmo conta com uma execução física na ordem dos 54,81% e garante, nesta fase, mais de 1000 postos de trabalho e vai fornecer e energia elétrica a mais de um milhão de pessoas.

Outro empreendimento estratégico que foi alvo da avaliação por parte do ministro angolano foi o projeto da Baía Farta, igualmente lançado no dia 11 de Março de 2021, tendo o seu término previsto para Junho de 2022.

Esta obra prevê uma potência de 96,7 MWdc e conta, neste momento, com uma execução física na ordem dos 75,42%.

Localizado no município da Baía Farta, o projeto será capaz de garantir o fornecimento de energia a mais de 500 mil pessoas, sendo que emprega, neste momento, mais de 130 profissionais.

Estes dois projetos estão inseridos num programa de sete centrais solares fotovoltaicas a serem erguidas em seis províncias do país, que juntas totalizam um milhão de painéis solares capazes de gerar energia limpa e sustentável de 370 MW (MWp) e garantir o fornecimento regular a mais de dois milhões de pessoas.

 

O que achas disto? Esta central solar vai ser uma mais-valia para Angola? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

Imagem: © D.R.
close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.