Estado alemão de Kiel elege primeira Negra como Ministra.

 

Aminata Touré, cujos pais chegaram do Mali devastado pela guerra em 1992 acaba de assumir o cargo de Ministra para Assuntos Sociais em Kiel, no estado alemão de Schleswig-Holstein.

Enquanto filha de refugiados Touré passou a infância em campos de refugiados alemães, sem saber se poderia ficar a viver no país. Hoje em dia é a primeira mulher negra com um cargo de ministra num governo de estado.

É uma jovem de 29 anos e é considerada a representante do novo espírito de cooperação entre os democratas-cristãos (CDU) sob a liderança do Primeiro-ministro do estado, Daniel Günther, e o partido ao qual pertence, os Verdes pró-ambiente.

Touré, citada pelo jornal The Guardian, diz que usará o seu novo cargo político para combater o racismo abundante na sociedade alemã, bem como a crescente desigualdade social.

“Como uma mulher negra nesta sociedade, sou basicamente frequentemente subestimada e tratada como um estereótipo – esse era o caso antes de eu assumir este cargo, e também agora que estou nele”, refere.

No discurso de tomada de posse, disse também estar profundamente comovida ao descobrir que a sua presença na cena política é vista como inspiradora pelos negros na Alemanha, que têm muito poucos modelos deste tipo de político.

 

O que achas desta eleição neste Estado alemão? Deveria haver mais negros na política europeia? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

Bronzes do Benim, são devolvidos pela Alemanha

Imagem: © DR

    No feed items found.

close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.