Estilistas africanos apresentam-se em Portugal.

Decorreu na cidade do Porto, no norte de Portugal, com a participação de estilistas africanos, a 49.ª edição do Portugal Fashion com o fórum “Portugal – Africa Investment Roundtable”, uma iniciativa que promoveu a reflexão, o debate e as oportunidades dedicados a negócios, investimentos, exportações e parcerias entre Portugal e África no setor do têxtil e do vestuário.

Tal como Mercados Africanos tinha noticiado este Fórum e a participação de estilistas africanos inserem-se na parceria de três anos entre o Afreximbank e a Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), entidade responsável pelo Portugal Fashion.

O acordo prevê verdadeiros intercâmbios que possibilitem aos estilistas de moda africanos produzirem as suas criações em Portugal e dar às empresas portuguesas a oportunidade de investirem na moda africana.

Nesta edição do Portugal Fashion participaram 20 estilistas de diferentes países africanos que mostraram o seu trabalho no quadro do programa Creative Africa Nexus (CANEX), onde a produção de moda sustentável, a importância da economia circular na indústria e o papel do design responsável para as novas gerações são algumas das premissas presentes.

Entre os estilistas africanos contavam-se Anissa Aida (Tunísia), Doreen Mashika (Tanzânia), Mafi Mafi (Etiópia) Anyango Mpinga (Quénia), Odio Mimonet (Nigéria), Maison D’Afie (Camarões), Rich Mnisi (África do Sul) e Taibo Bacar (Moçambique).

O programa assinado com o Afreximbank vai promover, anualmente, cerca de 40 estilistas africanos, que beneficiarão de contatos com especialistas internacionais da indústria, bem como retalhistas e fabricantes competitivos no mercado português.

Esta parceria faz parte do programa Creative Africa Nexus (CANEX) do Afreximbank, que visa facilitar investimentos na economia criativa e cultural da África por meio de financiamento, capacitação, promoção de exportação e investimento, soluções digitais, promoção de vínculos e parceria e defesa de políticas.

A parceria entre o Afreximbank e a ANJE visa apoiar os designers africanos a enfrentar os desafios, proporcionando-lhes a oportunidade de aceder a mercados internacionais ao mesmo tempo que desenvolvem a sua capacidade através da incubação da marca.

Para além deste evento, o Afreximbank e a ANJE estruturaram uma parceria de aconselhamento e apoio a empresas europeias e portuguesas que pretendem investir em África, onde a ANJE funcionará como balcão único para investidores que procuram o continente africano e procuram aconselhamento e apoio de ambas Afreximbank e ANJE.

O que pensa sobre isto? A moda e os estilistas africanos têm “peso” neste meio? Dá-nos a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.