Ethiopian Airlines e a Boeing vão fazer da Etiópia o centro da aviação africana

A Ethiopian Airlines, a maior operadora aérea do continente – e que reina sem rival nos céus africanos há já vários anos – e o construtor de aviões Boeing querem fazer da Etiópia o maior centro de aviação africano.

Recorde-se que no auge da pandemia em 2020, uma das raras companhias aéreas que voava e transportava medicamentos e material sanitário para todo o mundo era a Ehiopian Airlines.

Na esteira das melhores companhias aéreas do mundiais, a empresa etíope pretende agora construir uma sólida cadeia de valor na indústria da aviação continental.

Nesse contexto a Ethiopian Airlines e a Boeing fortalecem a sua parceria e a empresa membro da Star Alliance e a fabricante de aviões americana anunciaram nesta terça-feira, 30 de agosto 2021, a assinatura de um memorando de entendimento estratégico (MdE) com o objetivo de reforçar a Etiópia como um centro de aviação em África.

Esta nova parceria de três anos, que consolida os 70 anos de história comum de ambas, será construída em quatro áreas estratégicas de colaboração: desenvolvimento industrial, treino avançado em aviação, parceria educacional e desenvolvimento de liderança. Nesse sentido já foram constituídas equipas multidisciplinares conjuntas para a sua implementação.

Boeing 737 Max da Ethiopian Airlines
Boeing 737 Max da Ethiopian Airlines

“Estou muito satisfeito por não apenas assinar este memorando de entendimento histórico com nosso parceiro de aviação de longa data, a Boeing, mas também por implementar marcos estratégicos”, disse Tewolde GebreMariam, CEO do Ethiopian Airlines Group.

“Temos vindo a trabalhar com a Boeing – há mais de 70 anos – em vários projetos de aviação de grande escala para servir o continente africano e esta parceria expande e fortalece as nossas capacidades em várias áreas.”

Sob este acordo, as duas partes comprometeram-se a criar a Academia de Aviação da Etiópia como um centro de formação de referência mundial.

Para tal já foram anunciadas futuras colaborações com estabelecimentos de ensino altamente qualificados e parceiros da indústria aeronáutica global para o desenvolvimento de programas de formação e abertura de setores que atendam às necessidades do mercado.

Ao fazer isso, a Ethiopian Airlines e a Boeing pretendem desenvolver as gerações atuais e futuras de líderes na Etiópia para o benefício da África.

O fabricante americano também se comprometeu a desenvolver localmente a capacidade de fabricação e o serviço pós-venda de produtos aeronáuticos, com o objetivo de tornar a Etiópia competitiva à escala global.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.