Eto’o elogia Cabo Verde e quer apoiar desporto e educação

O antigo futebolista internacional Samuel Eto’o pretende apoiar projetos de apoio ao desporto e educação em Cabo Verde, através da sua fundação, na sequência da visita que o camaronês realizou ao arquipélago, durante a qual distribuiu elogios.

“Em Cabo Verde há um modelo que devemos levar para toda a África”00, afirmou Samuel Eto’o, na Praia, no sábado, a primeira visita do antigo jogador ao arquipélago, tendo reconhecido o exemplo da aposta na formação dos últimos anos no desporto cabo-verdiano.

“Com muitos resultados. [Cabo Verde tem] um modelo de desenvolvimento de futebol ao nível dos melhores países”, apontou o antigo internacional camaronês, visitou o país, a convite da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), enquanto embaixador da Confederação Africana de Futebol (CAF) e da FIFA.

Durante esta estadia no arquipélago (além da Praia também na ilha do Sal), Eto’o conheceu a realidade do futebol cabo-verdiano e discutir com a federação os desafios do futebol africano.

O antigo internacional foi recebido pelo Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, pelo primeiro-ministro, pelo ministro-adjunto do Desporto, Carlos Monteiro, e visitou escolas de futebol e infraestruturas desportivas na cidade da Praia.

Considerado um dos melhores jogadores africanos de todos os tempos, o camaronês, de 40 anos e que terminou a carreia em 2019, representou clubes europeus como Chelsea, Inter de Milão, Real Madrid e Barcelona.

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, reconheceu a “visão para o desenvolvimento do continente africano” de Eto’o, “que comunga” com os princípios e ideias de Cabo Verde “para a região”.

“Recebi-o hoje, em visita de cortesia, numa conversa muito motivadora, em que se disponibiliza para colaborar com Cabo Verde em várias vertentes. Através da Fundação do Samuel Eto’o, estamos a estudar várias áreas de cooperação para o acesso à educação, saúde e ao desporto. É uma visão extraordinária e que tem um significado muito útil no quadro da nossa integração africana”, destacou Ulisses Correia e Silva.

O presidente da FCF, Mário Semedo, destacou a importância da visita do antigo futebolista, referindo que, além do conhecimento e experiências que deixa no país, leva também as principais preocupações da federação às instituições desportivas internacionais.

Acompanhado do conselheiro senegalês Alassane N’Dour e da cabo-verdiana, residente em França, e responsável da Associação “Hello Cabo Verde”, Eto’o desloca-se domingo à ilha do Sal, onde também vai visitar infraestruturas desportivas e locais turísticos.

O antigo futebolista chegou a Cabo Verde logo após ter participado no sorteio para a 33.ª edição da Taça das Nações Africanas de futebol, que vai decorrer entre 09 de janeiro e 06 de fevereiro de 2022 nos Camarões, precisamente um dos adversários de Cabo Verde na fase de grupos, juntamente com Etiópia e Burquina Faso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.