Mais de cinquenta futebolistas de origem africana participam atualmente no Campeonato da Europa.

A RDC é o país do continente africano com mais jogadores, 12 no total. A Nigéria vem em segundo lugar com 5 jogadores, à frente do Mali (4), seguido pelo Gana e Camarões (3 cada um).

Entre os jogadores convocados para o Euro 2020, vários deles têm raízes africanas e são elementos-chave da sua equipa, como o franco-maliano N’Golo Kanté, melhor jogador da final da última Liga dos Campeões Europeus, vencida pelo Chelsea frente ao Manchester City (1-0). Assim como o novo “Zlatan Ibrahimovic” da Suécia, o jovem Alexander Isak da Eritreia.

O avançado francês do Real Madrid, Karim Benzema, é o único jogador de origem argelina a participar na competição. 

Mas, Kylian Mbappé, que tem uma mãe argelina chamada Fayza Lamari, poderia ter jogado com a seleção da Argélia, assim como, com a dos Leões Indomáveis ​​de Camarões, país de origem do seu pai, Wilfried Mbappé. 

Marrocos também tem um jogador, Nacer Chadli, que defende as cores dos “Diabos Vermelhos” da Bélgica.

A França tem o maior “contingente africano” deste Campeonato da Europa no seu plantel com 12 jogadores, seguida da Bélgica (8) e da Suíça (7). 

Estes são os jogadores que poderiam participar no Campeonato Africano das Nações 

RD Congo (12): Steve Mandanda (França/Marseilha), Presnel Kimpembe (França/PSG), Romelu Lukaku (Bélgica/Inter Milan), Jason Marianne Denayer (Bélgica/Lyon), Dedryck Boyata (Bélgica/Hertha Berlin), Michy Batshuayi (Bélgica/Crystal Palace), Youri Tielemans (Bélgica/Leicester City), Christian Benteke (Bélgica/Crystal Palace), Kevin Mbabu (Suiça/Wolfsburg), Jordan Lotomba (Suiça/Nice), Denis Zakaria (Suiça/Mönchengladbach), Ken Nlata Sema (Suécia/Watford).

Nigéria (5) : Manuel Akanji (Suiça/Dortmund), Jamal Musiala (Alemanha/Bayern), David Alaba (Austria/Bayern Munich), Karim Onisiwo (Austria/SV Mayence), Bukayo Saka (Inglaterra/Arsenal).

 

Mali (4) : Adama Traoré (Espanha/Wolverhampton), Moussa Sissoko (França/Tottenham), N’Golo Kanté (França /Chelsea), Ousmane Dembélé (França /FC Barcelone)

 

Gana (3) : Jeremy Doku (Bélgica/Rennes), Memphis Depay (Países Baixos/Lyon), Ethan Kwame Ampadu (País de Gales/Chelsea)

 

Camarões (3): Yvon Mvogo (Suiça/PSV), Breel Embolo (Suiça/Mönchengladbach), Kylian Mbappé (França/PSG).

Senegal (2) : Leroy Sané (Alemanha/Bayern), Djibril Sow (Suiça/Francfort)

Costa do Marfim (2) : Serge Gnabry (Alemanha/Bayern), Nathan Benjamin Aké (Países Baixos/Manchester City)

Togo (2) : Cody Mathès Gakpo (Países Baixos/PSV), Corentin Tolisso (França/Bayern)

Angola (2): William Carvalho (Portugal/Betis), Benjamin Cabango (País de Gales/Swansea)

Serra-Leoa (2): Antonio Rüdiger (Alemanha/Chelsea), Glen Adjei Kamara (Finlandia/Rangers)

Cabo Verde (1): Nélson Semedo (Portugal/Wolves)

Marrocos (1) : Nacer Chadli (Bélgica/Başakşehir)

Argélia (1) : Karim Benzema (França/Real Madrid)

Benim (1) : Jules Koundé (França/FC Séville)

Tunísia (1): Wissam Ben Yedder (França/Monaco)

Republica Centro Africana (1) : Kurt Happy Zouma (França/Chelsea)

Guiné-Conacri (1) : Paul Pogba (França/Manchester United)

Guiné-Bissau (1): Danilo Pereira (Portugal/PSG)

São-Tomé (1): Renato Sanches (Portugal/Lille)

Eritreia (1): Alexander Isak (Suécia/Real Sociedad)

Namibie (1): Pyry Soiri (Finlandia/Esbjerg)

Tanzanie (1): Yussuf Yurary Poulsen (Dinamarca/RB Leipzig)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.