Expo Mundial Dubai 2020: África com pavilhões por país.

A primeira exposição mundial realizada no Médio Oriente, a Expo Dubai 2020 abriu nesta sexta-feira, 1 outubro 2021, as suas portas ao público e que ficarão abertas durante seis meses, até 31 de março de 2022.

Os organizadores esperam pelo menos 25 milhões de visitantes.

A Expo Mundial, com uma participação de 191 países, desenrola-se sob o tema Ligando Mentes, Criando o Futuro (Connecting Minds, Creating the Future) é uma mensagem sobre cooperação global e um futuro sustentável.

O continente africano bem representado, com pavilhões individuais por país, os quais serão as vitrines do potencial desses países e das oportunidades existentes para negócios e investimentos, para além de serem o espelho e promoverem as culturas respetivas.

Adiada por um ano, a Expo 2020 é o maior evento aberto ao público desde o início da crise sanitária no final de 2019.

Sobre a participação dos países africanos os organizadores tinham dito anteriormente ao magazine Forbes: “Há décadas, que os Emirados Árabes Unidos e África desfrutam de fortes laços económicos. A África tem muito a oferecer e a Expo proporcionará uma plataforma para as nações africanas contarem as suas histórias e promoverem um continente pronto para avançar e um lugar seguro para fazer negócios”.

E acrescentaram: “Pela primeira vez na história dos 170 anos das Exposições Mundiais, todas as nações africanas participarão, cada uma com o seu próprio pavilhão, enquanto a União Africana também terá o seu próprio pavilhão na Expo 2020. Construindo na amizade de longa data entre os Emirados Árabes Unidos e África – baseada no respeito mútuo e uma visão compartilhada – a Expo 2020 oferece às nações africanas a oportunidade de mostrarem, individualmente a sua própria visão para o futuro.”

As 3.000 pessoas dentro do Al Wasl Plaza – o coração pulsante do local da Expo e o cenário espetacular para o evento – e milhões em todo o mundo conectadas via “streaming” assistiram à abertura oficial, feita pelo príncipe herdeiro de Dubai, Sheikh Hamdan Bin Mohamed, numa cerimónia inesquecível.

Hussain Al Jassmi, um dos maiores artistas dos Emirados Árabes Unidos e embaixador da Expo 2020, apresentou o tema intitulado “This Is Our Time”, música que destaca o orgulho pela cultura dos Emirados Árabes Unidos, celebra o futuro e reúne nações de todo o mundo.

Hussain foi acompanhado pela cantora Mayssa Karaa, que também é a diretora artística da orquestra feminina Firdaus da Expo.

O público testemunhou, ainda, uma fantástica exibição audiovisual, assim como as atuações do tenor Andrea Bocelli, das cantoras Angelique Kidjo, Andra Day, Ellie Goulding e do pianista Lang Lang.

Os visitantes da Dubai World Expo devem ser vacinados ou ter um teste PCR negativo para covid-19 com menos de 72 horas.

Recorde-se que a tradição das Exposições Mundiais, teve início no século XIX.

A primeira grande exposição foi em 1851, em Londres, onde foram exibidas a última palavra em maquinaria, num mundo ainda sob o impacto da Revolução Industrial.

Com o passar dos anos, a tecnologia sempre esteve no epicentro da Expo.

Em 1876, em Filadélfia, Estados Unidos, o telefone era apresentado ao mundo.

A Torre Eiffel nasceu para uma expo, a de 1889, em Paris.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.