Feira Intra-Africana contou com 30 empresas angolanas.

“A Feira Comercial Intra-Africana foi muito proveitosa. A participação de Angola chegou ao fim, tal como a Feira em si, e temos um balanço positivo na medida em que tivemos um registo de intenção de investimento em vários sectores”, disse Agostinho Kapaia, Presidente da Comunidade das Empresas Exportadoras e Internacionalizadas de Angola (CEEIA), segundo noticiou o Jornal de Angola.

Kapaia acrescentou terem sido alcançados os objetivos da participação de Angola, tanto na atração de investimentos quanto na promoção de exportações.

Conforme fez questão de garantir, a presença angolana enquadra-se na estratégia do Governo angolano de apoiar o sector privado para a plena integração na Zona de Comércio Livre Continental Africana (ZCLCA).

O volume de intenções de negócios realizados pelos empresários angolanos, nos sete dias da Feira Comercial Intra-Africana, realizada em Durban, na África do Sul, ficou estimado em quatro mil milhões de dólares, informou Agostinho Kapaia, que também foi o coordenador da delegação de Angola ao evento.

Segundo a Angop, Agostinho Kapaia disse, no encerramento do mesmo, que o certame, realizado de 15 a 21, permitiu aos empresários efetuaram, cerca de três mil contactos de interesses de investimentos em Angola, e afirmou que da parte da organização há muita satisfação pelo envolvimento e participação de Angola, tendo em conta a dinâmica das empresas nacionais.

Por outro lado, realçou o Pavilhão de Angola que esteve em destaque e foi visitado, entre outros, pelo secretário-geral da ZCLCA, Wankene Mene e pelo presidente do Afreximbank, Benedict Oramah.

Contaram-se um total de 30 empresas angolanas participantes nessa jornada empresarial à África do Sul, na Feira Comercial Intra-Africana.

Entre elas a Sonangol, Catoca, ZEE, CEEIA, Opaia, SGA, Arccla, Food Care, Steel Door, BFA, BAI, Kubinga, Refriango, Sino-Ord Xcentro, All Trans, JPNM, Assomel, FMEA, AAJP, e a AIPEX, na qualidade de instituição pública de apoio ao investimento privado.

Agostinho Kapaia manifestou já a prontidão de Angola em participar no próximo evento, garantindo trabalho árduo para a melhoria da participação angolana, devendo atrair mais investidores e o consequente aumento do número de empresas participantes.

A próxima Feira Comercial Intra-Africana, na sua III Edição, está prevista para a Costa do Marfim. Esta II edição que terminou neste domingo, 21 novembro 2021, esteve agendada para o Uganda, mas acabou transferida para a África do Sul por constrangimentos relacionados com a Covid-19. A primeira foi no Egipto, em 2018.

Veja Também:

Termina Feira Intra-africana com 36 mil milhões em contratos

Feira Intra-Africana: Afreximbank assina acordos por 5 mil milhões de dólares

África do Sul: começou a 2ª Feira intra-Africana

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.