Ferro: A fábrica mais moderna do continente para reduzir importações

A partir de outubro de 2021, os Camarões vão ter em funcionamento uma das unidades fabris mais modernas e diversificadas de ferro da África Subsaariana.

Com um investimento de cerca de 40 mil milhões de FCFA essa nova fábrica aumentará a produção geral da empresa – Prometal – de 200.000 toneladas por ano para mais de 300.000.

Porém, além do aumento da produção, em quantidade e qualidade, a fábrica vai pela primeira vez permitir que uma empresa localizada na África subsaariana fabrique produtos como travessas, cantoneiras, chapinhas ou mesmo fios de máquinas, que são produtos intermediários utilizados na fabricação de pregos, ferros lisos e parafusos.

Para além disto, o impacto na economia é enorme, considerando que até agora, esses produtos finais, como por exemplo, parafusos e pregos eram importados por países africanos (com exceção de dois do Magrebe).

A sua produção nos Camarões, permitirá não só ao país reduzir o défice da balança comercial de materiais de construção à base de ferro em cerca de 50%, mas também facilitar que os países da África Central comecem a importar dos Camarões em vez de fora do continente.

Por outro lado, a entrada em produção deve ajudar a impulsionar as empresas que fornecem os insumos e a eletricidade, como a empresa de eletricidade dos Camarões, Eneo, a Alucam (Companhia Camaronesa de Alumínio) ou a Gaz du Cameroun (GDC).

Ao mesmo tempo, as contribuições do líder metalúrgico – Prometal – para a base tributária também devem aumentar, sem falar nos empregos gerados no país.

De acordo com a Direção Geral de Impostos do Ministério das Finanças, as receitas fornecidas pela Prometal aumentaram de pouco mais de 500 milhões para 8 mil milhões de FCFA no período 2010-2019 e hoje ultrapassam os 10 mil milhões de FCFA por ano, segundo a empresa.

O fabricante alemão SMS Group que está a realizar o seu primeiro contrato nos Camarões e em toda a África Subsariana, após quase 3 anos de obras (os trabalhos foram lançados no final de 2018), já iniciou os testes de produção na fábrica Prometal, que estarão terminados em quatro semanas.

“Em quatro semanas, tudo estará concluído e a fábrica estará pronta para iniciar a produção. Já nos estamos a preparar para a inauguração. Será também necessário concluir o desenvolvimento da via de acesso”, informa fonte interna da Prometal, líder da indústria metalúrgica em Camarões.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.